Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira , 14 de junho de 2019.
https://espacovital.com.br/images/mab_123_17.jpg

Olhares políticos interesseiros contra a OAB



Imagem Direito New/Amo Direito

Imagem da Matéria

 Ataques à OAB

A líder do governo na Câmara Joice Hasselmann (PSL-SP) confirmou na sexta-feira que, em abril, vai apresentar projeto de lei para acabar com a contribuição obrigatória anual dos advogados à OAB.

Pagaria apenas quem quisesse ser filiado da entidade, ajudando-a.

 O fim do Exame de Ordem?

Tem mais flechadas contra a OAB, segundo a “rádio-corredor” do Congresso: o governo também cogita acabar com o Exame de Ordem.

O objetivo é permitir que os formandos em Direito – atualmente chamados de bacharéis – virem advogados logo após serem diplomados pelas respectivas faculdades.

O único entrave burocrático seria apresentar o diploma ao MEC. Este disporia de 15 dias úteis para conferir que tudo está legal.

O CF-OAB ensaia os primeiros movimentos para reagir a essas duas perigosas ofensivas.

  Os 70 incêndios dos Fiat Tipo

Passados 23 anos, uma decisão condenatória na ação civil pública movida pela Associação de Consumidores de Automóveis e Vítimas de Incêndios do Tipo – Avitipo, contra a montadora Fiat, acaba de transitar em julgado. Quem teve prejuízos já pode se habilitar a receber o ressarcimento pelas perdas materiais, além da reparação moral, mesmo que não faça parte da associação.

Trata-se de mais um caso que comprova a crônica lentidão da Justiça brasileira.

“Localizar as vítimas agora é o maior desafio numa ação que levou mais de duas décadas” - diz David Nigri, advogado que responde hoje pela Avitipo, afirmando que foram 70 casos registrados. “Os endereços e telefones que temos estão desatualizados, há consumidores que já morreram. Quem teve prejuízos, independentemente de fazer parte da Avitipo, poderá ser indenizado” – avalia ele.

O advogado explica que ao menos o valor atualizado de cada carro incendiado será pago. O dano moral varia caso a caso, segundo a decisão do Tribunal de Justiça do Rio — já que o recurso especial da montadora ao STJ, onde o processo ficou por quatro anos, não foi provido. Cada consumidor terá de comprovar os danos. Boletim de ocorrência e fotos podem ser usados.

Apesar de dois recalls, em 1996, devido ao risco de incêndio em cerca de 170 mil veículos importados da Itália entre 1993 e 1995, a Fiat sempre afirmou não ter identificado defeito de fabricação. Ainda assim, alegadamente de forma preventiva, convocou os proprietários do Tipo a “ajustar e/ou substituir tubulações e mangueiras do sistema de direção hidráulica e de combustível”.

Barato, mas problemático, o Fiat Tipo era um hatch médio italiano que fez imediato sucesso no Brasil na época da reabertura das importações, nos anos 1990. Espaçoso, com ótimo ar condicionado, e barato em relação aos veículos nacionais, chegou a ser o modelo mais vendido no Brasil por alguns meses.

As coisas iam bem até que começaram a pipocar relatos de incêndios: o motorista manobrava o carro para estacionar, via fumaça saindo do capô e as chamas se alastravam. É que a mangueira do sistema de direção hidráulica não resistia quando o volante era girado até o fim, aumentando a pressão. Quando se levava a direção até o batente, a pressão do sistema aumentava e fazia vazar fluído hidráulico sobre o coletor de escape quente, gerando o incêndio.

Tempos depois, a linha de produção do Tipo foi transferida da Itália para Betim (MG). A essa altura, a imagem do modelo já estava definitivamente queimada. A produção brasileira durou pouquíssimo tempo. A marca Tipo “faleceu” por decréscimo das vendas. (Ação civil pública nº 0052169981996.8.19.0001).

 Carregador de malas

Não está bem contada essa história de que alguém entrou numa agência bancária para tentar depositar R$ 20 milhões na conta do Coronel Lima, um dos dez amigos mais próximos de Michel Temer.

Um tripulante desses carros-fortes que circulam por aí estimou ao Espaço Vital que, para levar essa dinheirama, o pretendente depositante deveria estar conduzindo duas malas grandes, cada uma pesando 25 quilos.

O Ministério Público informou que “o fato ainda precisa ser investigado e apurado”. Mas o estranho é que ainda não tenha aparecido o vídeo registrando a entrada e a saída do endinheirado na agência bancária.

Ou será que as câmeras todas estariam estragadas?...


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Osvaldo A Dalla Nora - Advogado 26.03.19 | 11:10:56

Isso é democracia... elegeram a coisa... agora relaxa e goza...mas não precisam se preocupar... o circo de horrores ainda não terminou... aliás, recém começou, é como novela da Globo...O problema era outro e foi solucionado...

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Cartunista Walmir Orlandeli

   Condenação da Gol (R$ 1,2 milhões) por afronta a passageiros

 

Condenação da Gol (R$ 1,2 milhões) por afronta a passageiros

 Ação civil pública ajuizada pela Andep favorece 27 passageiros prejudicados pela empresa aérea em Curitiba, Buenos Aires, Montevidéu e Fernando de Noronha. Há trânsito em julgado e a empresa já pagou. Tramitação processual de dez anos e 41 recursos chegou a ter o oferecimento de uma carta de fiança falsa.

 O que Eduardo Cunha pode ter aprendido ao ler o livro “O Príncipe”, de Maquiavel.

 Um bode jurídico e a perda de sêmens de caprinos, na pauta da 6ª Câmara Cível do TJRS.

Arte EV sobre foto de Paul Nelhams

O avião enganoso e o julgamento enganado

 

O avião enganoso e o julgamento enganado

  Arquiteta porto-alegrense, ludibriada pela TAP Air Portugal, ganha indenização moral de R$ 1.500! Juiz leigo e juíza togada levaram em consideração “a condição da vítima e da empresa ofensora”...

 Corregedoria-Geral da Justiça do RS publica provimento que modifica as regras de registro de nascituros com “anomalia de diferenciação sexual”.

  Treze contratos publicitários sofrerão o “efeito ressaca” da atuação de Neymar no hotel parisiense.

 Duas chapas concorrem às eleições de dezembro no TJRS

Procedência de ação rescisória porque recurso foi decidido por desembargador impedido

 O advogado da multinacional reclamada era filho do magistrado-relator. Ele negou provimento a recurso ordinário em ação trabalhista que desacolheu pedidos de trabalhador

• Desembargador Thompson Flores passará a integrar a 8ª Turma do TRF-4 que julga recursos da Lava-Jato.

• Tartaruga suprema: julgamento pelo STF de ação direta de inconstitucionalidade que tramita há 24 anos.

 A moeda da Venezuela vai terminar como “pobre bolívar”?

• Passou a fase da prosperidade dos escritórios de advocacia que defendem os enrolados com a corrupção.

Arte de Camila Adamoli sobre imagem do TCU

   A tecnologia no controle das licitações

 

A tecnologia no controle das licitações

 Alice, Sofia e Monica: as três robôs que auxiliam o trabalho do Tribunal de Contas da União. Saiba por que elas têm esses nomes.

 A recuperação judicial da Atvos: débitos de R$ 11 bilhões e 900 milhões.

 BNDES, Banco do Brasil e Caixa Federal: as “mães” da Odebrecht.

 Mais dois deputados federais - que não se reelegeram em outubro - garantiram aposentadoria na Câmara. Um deles é gaúcho.

 A Braskem começa a devolver R$ 2,87 bilhões para a União.

Advogado condenado criminalmente pelo TJRS escapa no julgamento ético da OAB gaúcha

 

Advogado condenado criminalmente pelo TJRS escapa no julgamento ético da OAB gaúcha

  Denunciado por corrupção ativa e lavagem de dinheiro, o profissional da advocacia teve também desencadeado contra si, em 2012, processo ético-disciplinar. Mas – surpresa!... – prescreveu.

  Cultura geral: um alerta para que o príncipe Hamlet perceba a situação de perigo em que se encontra, principalmente por ações causadas por pessoas próximas a ele.

  Esposa de conselheiro cassado do Tribunal de Contas receberá aposentadoria de R$ 35 mil pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

  Casas Bahia e Ponto Frio pagam R$ 4,5 milhões para colocar fim a duas ações trabalhistas.

  Leilões de patrimônio da bandidagem: 33 embarcações, 12 aeronaves, 300 joias, 6.708 veículos, 9.679 eletrônicos.

  A paciência do Bradesco que está ajudando a Odebrecht.

Caricatura de Carlinhos Müller - https://www.carlinhosmuller.com/

“Eduardo Cunha, cupim da República”

 

“Eduardo Cunha, cupim da República”

  TJ do Rio de Janeiro considera que as “críticas foram ácidas e contundentes”, mas julga improcedente ação, por dano moral, do notório ex-deputado contra O Globo.

  Ficção: eficiência das tartarugas gaúchas em visita estratégica sobre processo que já dura seis anos e meio de idas, vindas e voltas...

  Juiz dos EUA é suspenso por seis meses - sem remuneração - por criticar Trump.

  STJ decide hoje se condôminos inadimplentes podem usar piscinas, churrasqueiras etc.