Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira , 14 de junho de 2019.
https://espacovital.com.br/images/smj.jpg

Outros rolos do posto que inspirou a criação do nome da operação Lava Jato



Camera Press

Imagem da Matéria

• Lavagem & Cia.

Numa região nobre de Brasília, a três quilômetros do Congresso, está o posto de gasolina inspirador do nome da principal operação realizada, em todos os tempos, pela Polícia Federal: a Lava Jato. O Posto da Torre, um dos mais movimentados da cidade, não é apenas um lugar para abastecer veículos.

É um complexo comercial que oferece de alimentação a lavanderia. Chegou a incluir ainda uma... casa de câmbio hoje fechada, a Valor Tur, que, segundo agentes federais, lavava dinheiro. A lavanderia de roupas, no entanto, segue aberta.

Com a bandeira Ale, o posto tem 16 bombas. Por dia, atende de 3 mil a 3,5 mil veículos e vende cerca de 50 mil litros de combustível.
A foto acima é do tempo da gasolina a R$ 3,39 – em dinheiro – à vista.

O tal Posto da Torre foi autuado pela Agência Nacional de Petróleo e ficará proibido de abrir por dez dias, além de pagar três multas, que totalizam R$ 36 mil. As punições são por “equipamento defeituosos e por não manter atualizados os documentos necessários”.

Não foram os primeiros rolos. O posto já teve a autorização cassada em 2002 e 2006. Nas duas vezes, conseguiu reversão judicial.

 A gigante incapaz, mas voraz

A prisão (e a soltura, também) dos amigos, parceiros e etecetera Michel Temer & Moreira Franco devolveu aos olhos da opinião pública um dos projetos de infraestrutura mais custosos e malsucedidos do país.

Angra 3 é enredo e ficção que se arrasta desde os anos 1970. Atravessou a ditadura militar, alcançou a democratização, consumiu bilhões, lesou o erário, jamais foi concluída.

Já engoliu R$ 7 bilhões em investimentos e ainda precisa de outros R$ 14 bi para ser finalizada. Tal estimativa da Eletronuclear foi revelada pela jornalista Tânia Malheiros em livro relançado no ano passado. Título da obra: “Bomba Atômica Pra Quê?”

Ou seria “Pra Quem”? Faz sentido.

 Zero preocupação...

No fim do governo, em dezembro passado, Michel Temer simulava indignação ao ser questionado sobre os riscos de ser preso, após a perda do foro privilegiado. O então presidente disse à revista Época que “em relação a esses inquéritos todos, eu tenho zero preocupação”.

Tal frase soou tão sincera quanto as suas declarações na época em que era vice, de que “não conspirava contra Dilma para assumir a cadeira presidencial”.

Mas que a prisão preventiva foi um exagero – isso foi. O ex-presidente – que deve, sim, estar preocupado, ainda não foi sequer denunciado.

 Filho e netos chorosos

Na busca feita pela PF, na quinta passada na casa de Michel Temer, até o celular e o iPad de Michelzinho, 9 de idade, foram levados pelos policiais.

Foi o mesmo procedimento feito pela PF em 2016 no apartamento de Lula, em São Bernardo, durante a Operação Aletheia, quando apreenderam os iPads dos netos do ex-presidente.

O barbudo avô chegou a reclamar da apreensão num depoimento a Sérgio Moro, que, posteriormente, determinou a devolução.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Imagem de JetShoots.com – Montagem de Gerson Kauer

   As ações do ex-presidente da OAB Claudio Lamachia contra a Gol e a Tam

 

As ações do ex-presidente da OAB Claudio Lamachia contra a Gol e a Tam

   Os maus serviços, a impontualidade e a falta de assistência praticados pelas empresas aéreas. A (finada) Avianca é a campeã de reclamações.

   O casal de namorados que comprou passagem para ir a Florianópolis de avião, mas teve que se sujeitar a sete horas de viagem de ônibus.

  A ação da atriz Juliana Paes e seus filhos contra a Delta Airlines: dez horas retidos em Atlanta (EUA).

   A (des) ordem nacional da má prestação de serviços: Oi (1º), Vivo (2º), Claro (3º), Sky (4º) e Net (5º).

Arte de Camila Adamoli sobre charge de Junião

   Mudanças no Estatuto da OAB para que advogados sentem no mesmo “plano topográfico do juiz”

 

Mudanças no Estatuto da OAB para que advogados sentem no mesmo “plano topográfico do juiz”

 R$ 5,8 milhões anuais para que os deputados federais viajem à vontade.

 Uma compra de 106 mil pistolas.

 Empresários, tremei! Vem aí uma delação arrasadora.

• Fiança (paga!) de R$ 90 milhões para soltar um preso.

 Uma mulher brasileira comandará, a partir de Cingapura, a operação da Coca-Cola em onze países asiáticos.

VOX MS

   As relações pessoais entre o então juiz, seu assessor e três advogados

 

As relações pessoais entre o então juiz, seu assessor e três advogados

 Um concurso para ingresso na magistratura em que Diego foi aprovado, mas Juliano não teve igual sorte.

 No mesmo dia da posse do juiz, porém, o amigo é designado para assessor. Então, os dois passam a morar juntos.

 O advogado Eugênio Costa e suas influências na comarca. Encontros para jogar vídeo games. E uma ida às compras no free shop do Chuí.

 O oferecimento dos serviços de futura consultoria advocatícia.

 “É nesse círculo de relacionamentos em que relações da vida privada (amizade, camaradagem, afinidades pessoais) se misturam com a vida profissional, que o Dr. Diego Magoga Conde passou a comprometer a sua independência de magistrado” – afirma o desembargador Rogério Gesta Leal.

Lula está apaixonado e planeja casar

•  Revelação foi feita por Luiz Carlos Bresser Pereira, ex-ministro de FHC. A eleita é uma paulista, 40 de idade.

•  Gilmar garante a executivo da Vale direito ao silêncio em CPI sobre Brumadinho.

•  Promotores rebatem estudo da OAB contra prisão em segunda instância.

•  TJ de Pernambuco anuncia o “divórcio impositivo”.

Amatra-IV (reprodução)

Um novo round no enfrentamento entre OAB-RS e o juiz Guilherme da Rocha Zambrano

 

Um novo round no enfrentamento entre OAB-RS e o juiz Guilherme da Rocha Zambrano

• Sentença proferida pela juíza federal Paula Beck Bohn condena a Ordem gaúcha a pagar R$ 10 mil ao magistrado.

 Decisão anterior do juiz federal Francisco Donizete Gomes atribuiu segredo de justiça ao feito.

 Editora Abril condenada por veiculação de anúncio sobre “sexo selvagem”.

 Certezas e dúvidas de Dilma Rousseff sobre jogos da Libertadores da América.

 Gata pode ficar em apartamento residencial, se não incomodar os vizinhos do prédio.

Arte de Camila Adamoli sobre caricatura de “Zumbis em Brasília” (YouTube)

As contagens de Sérgio Moro: o tempo até chegar ao STF e a expansão dos seus cabelos brancos

 

As contagens de Sérgio Moro: o tempo até chegar ao STF e a expansão dos seus cabelos brancos

 O ex-juiz federal está a 17 meses e meio de distância temporal da Suprema Corte. Enquanto isso, seus cabelos brancos já estão chegando.

 As quatro justificativas para que a lagosta passe a ser o novo símbolo do STF.

 Michel Temer compara a sua cela paulistana com o cárcere de Lula, em Curitiba.

 O primeiro emprego formal para o jovem brasileiro só chega, em média, aos 28 anos e seis meses de idade.

• Romero Jucá não para: ele se prepara para prestar consultoria à Confederação Nacional de Comércio.

• Ameaças de morte na Faculdade de Direito de Brasília.

 Azul faz nova oferta pela Avianca (que tem R$ 3 bilhões de dívidas).