Ir para o conteúdo principal

Edição de terça-feira , 13 de agosto de 2019.

“Nós vamos aí comer vocês”, diz desembargador de SC, a juízas em vídeo com cantor Leonardo - conforme saite catarinense



Imagem da Matéria

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o desembargador Jaime Machado Junior, do TJSC (Tribunal de Justiça de Santa Catarina), enviando um ‘recado’ a colegas juízas, ao lado do cantor Leonardo. Após citar nomes das mulheres, ele diz que “nós vamos aí comer vocês”, e completa: “ele segura e eu como”. É possível perceber o desconforto do músico com a situação.

Em nota, o TJSC afirmou que “tomou conhecimento dos fatos” e que, de pronto, solicitou ao magistrado informações sobre o ocorrido. “A partir dos esclarecimentos, definirá quais as providências a serem adotadas”.

Natural de Bom Retiro, Machado Junior foi empossado desembargador do TJSC em 10 de março de 2017. Antes, ele atuou no cargo de juiz de direito nas comarcas de Guaramirim, Sombrio, São Joaquim e Lages.

Após o vazamento do vídeo, o desembargador gravou um pedido de desculpa e se referiu à mensagem de cunho sexual e agressiva como uma ‘brincadeira’.

Após o desembargar ter compartilhado o vídeo com o pedido de desculpas, o setor de comunicação do TJSC divulgou mais uma nota de esclarecimento, desta vez, com a assinatura de Júnior:

“Na tarde de hoje fui surpreendido com a veiculação de um vídeo em que apareço ao lado do cantor Leonardo, em um encontro entre amigos, no qual faço comentários dirigidos a algumas colegas magistradas, com as quais possuo laços de amizade já de muitos anos. Inicialmente, quero esclarecer que em nenhum momento tive a intenção de ofender, menosprezar e mesmo agredir as minhas colegas, nem as mulheres em geral.

Reconheço que as colocações foram inadequadas, infelizes e que, de fato, acabam por reforçar uma cultura machista que ainda é latente em nossa sociedade. Assumo os meus erros e com eles procuro aprender. Espero que este episódio sirva de lição não só para mim, mas para todos os homens que tratam um assunto muito sério como se fosse brincadeira.”

Veja o vídeo em https://youtu.be/dvpv-CePHYw

Fonte: ND+.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Novo presidente do TRF-4 assume exaltando tom conciliador

O desembargador Victor Laus citou o Papa Francisco. "O sumo pontífice defende que construamos pontes, não muros. De modo que a exaltação de ambos os lados, o desrespeito à privacidade e o estímulo às polêmicas sem fim devem ser deixados para trás”. O ministro Sérgio Moro esteve presente. Mas o seu anunciado discurso terminou não ocorrendo.

Arte de Camila Adamoli sobre fotos do YouTube (E) e Allysson Mainieri (D)

Impasse jurisdicional entre juíza e desembargador gaúchos

 

Impasse jurisdicional entre juíza e desembargador gaúchos

No julgamento de um agravo de instrumento contra decisão da magistrada Fabiana Kaspary – por descumprimento de uma decisão da 5ª Câmara Cível do TJRS - o desembargador Jorge do Canto aplicou a ela multa de 20% sobre o valor da causa. A Ajuris e a juíza interpuseram mandado de segurança, requerendo segredo de justiça. Este foi concedido e depois revogado pelo 3º Grupo Cível do tribunal gaúcho. Caso foi decidido anteontem (12) em julgamento de recurso especial. A multa não subsiste. Para o TJRS e o STJ “juiz não pode ser punido com multa do CPC por ato atentatório ao exercício da jurisdição”.

O julgamento da Lava-Jato e/ou Vaza-Jato

Conversas de Moro com procuradores e ação de hackers serão investigadas. A PF vai apurar ataque, enquanto a Corregedoria do MPF abre procedimento sobre a atuação de Deltan Dallagnol. O presidente da OAB gaúcha, Ricardo Breier, em nota, lembrou que a entidade “tem buscado – reiteradamente – a paridade das armas no processo penal”.