Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre (RS), sexta-feira, 18 de setembro de 2020.

Que ´m´!



Charge de Gerson Kauer

Imagem da Matéria

O falível verificador ortográfico no Word pode pregar peças a operadores do Direito – basta um instante de desatenção.

Advogado que manejou autos processuais de uma ação de busca e apreensão, no Foro Central de Porto Alegre, sorriu – e fotografou - ao constatar como uma letra a mais - digitada indevidamente - altera o sentido de uma palavra e de uma frase.

Ao desacolher tardios embargos declaratórios da parte ré (devedora) - que buscava a restituição de um veículo financiado, parcialmente impago, e apreendido - o juiz expôs jurídicos fundamentos, mas teve um escorregão vernacular – ou, pelo menos de digitação: “Note-se que a requerente faz pedido como se fosse uma merda revogação da liminar - todavia, o presente feito já foi sentenciado, inclusive com trânsito em julgado” – digitou o magistrado.

(Ou a desatenção teria sido do cansado assessor? Quiçá do inexperiente estagiário?).

A “rádio-corredor” forense, sempre em cima da rotina jurisdicional, comentou o fato, informou o número do processo e concluiu com dois doutos ensinamentos.

Primeiro: “Mera é ´puro, simples e sem mistura´- segundo os dicionários”.

Segundo: “Mera com uma intrometida consoante ´d´ é inconveniente para uma discussão processual elevada”.

Sem mais recursos, os autos foram arquivados.

A letra ´, que adornou mal cheirosamente a palavra mera, também seguiu para o arquivo judicial da Avenida Farrapos.

Com o trânsito em julgado, ficou sendo o “d” da questão.

_________________________________________________________________________________________________________________________
Siga o Espaço Vital no Facebook !

Estamos com perfil novo no Facebook, mais atuante e sempre levando as notícias do meio jurídico, humor e crítica. Aquele anterior perfil a que o leitor se acostumou até 2018, não mais está ativo. Interaja conosco no novo local certo. Siga-nos!

Este é o novo perfil do Espaço Vital no Facebook: clique aqui


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Notícias Relacionadas

Ilustração: Gerson Kauer

O juiz autêntico e a testemunha mentirosa

 

O juiz autêntico e a testemunha mentirosa

No processo-crime em que três policiais civis estavam denunciados por crime de tortura, estava depondo uma testemunha de defesa. Pelo que se percebia, ante as feições do magistrado, tudo indicava que ela estivesse mentindo. “Interrompam tudo!” - determinou o juiz.

Imagens: Freepik - Montagem: Gerson Kauer

O Meretrício Doutor Juiz

 

O Meretrício Doutor Juiz

O volumoso inquérito sobre tráfico de drogas - com prisões, habeas corpus e apreensão feita na zona do meretrício - aportara no fórum. A jovem estagiária Juliana mostrou-se disposta a digitar os termos da audiência, mas ressalvou: “Doutor, eu não sou muito rápida no computador, nem tenho experiência nesses tais de termos de juridiquês”...

Relacionamentos em tempos modernos

 

Relacionamentos em tempos modernos

Peter - nascido e registrado no gênero masculino - durante a infância, nunca se viu como menino. Cresceu e um dia casou com Giuliana. Mas o final feliz foi quando ele - já sendo “a médica Ava” - confirmou núpcias com... Giuliana. As duas agora vivem confortável união homoafetiva, entre duas mulheres. Deu para entender?

Charge de Gerson Kauer

O quarto casamento

 

O quarto casamento

O juiz recém chegado na comarca convoca servidores e convida advogados e autoridades para a solenidade de sua posse. “Pago pontualmente três pensões alimentícias, estou descasado, e pretendo, quem sabe, constituir um novo matrimônio nesta cidade plena de mulheres bonitas” - confidenciou.

Charge de Gerson Kauer

Casamento: 72 mais 41 é igual a 113

 

Casamento: 72 mais 41 é igual a 113

Litoral gaúcho, verão de 2020. Aos 72 anos de idade, o Doutor Juvenal, aposentado operador do Direito, viúvo, se casa com Lúcia Margarida, advogada de 41. Esta, em consideração ao marido da “melhor idade”, já tinha definido que rotineiramente eles deveriam dormir em quartos separados.

Charge de Gerson Kauer

Doces amores grenalizados

 

Doces amores grenalizados

Advogado, bem apessoado, cinquentão, sem preocupações com as contas no fim do mês, coloradíssimo, resolve consultar um saite especializado em buscar doces relacionamentos sem compromisso. Bingo! Depois de algumas semanas de doce convivência eventual, surge um problema “fu-te-bo-lís-ti-co”.  O texto é de Carlos Alberto Bencke.