Ir para o conteúdo principal

Edição de terça-feira , 21 de maio de 2019.
https://espacovital.com.br/images/jus_azul_caricatura_2.jpg

O velho truque de condicionar árbitro em Gre-Nal



Imagens Google

Imagem da Matéria

Um velho truque “índio” está sendo usado pelo Inter (leia-se Roberto Melo) para influenciar a arbitragem na quarta-feira (amanhã, 17). Trata-se do velho “condicionamento”. Claro: a IVI não entra, mas apoia. Mas, isso de IVI não ec-xiste, certo?

Melo ataca Vuaden. Diz que Renato apitou o jogo. Contesta Vuaden e o VAR porque, para ele Melo, o gremista André deveria ser expulso. Hum, hum. Até a CIA – Comentaristas Isentos de Arbitragem disse que Vuaden acertou.

By the way: o que disseram Melo e/ou outros dirigentes do Inter, quando o queixo do Bolaños foi estilhaçado por William? Interessante é que nenhum repórter contesta um dirigente quando se contradiz. Mas isso de IVI... deixa pra lá. Nem os gremistas chapabranquistas acreditam na existência da IVI. Não é fácil fazer resistência. IVI é algo imaginário que alguém coloca na sua cabeça. Algo como...você sabe.

A IVI é, mesmo, um filme trash. O que é um filme trash? É aquele feito a sério pelo diretor, só que o resultado é uma comédia. O primeiro “grande” filme trash, um clássico, foi Tomates Assassinos. Por que? Porque, feito a sério, não conseguiram esconder o zíper da fantasia dos Tomates Assassinos. O diretor, questionado, disse: Isso de zíper não ec-xiste!

Assim são as manifestações “escondidas” da IVI. Faz que não faz, mas faz. Usa orações adversativas, como “o jogador do Grêmio é isso, aquilo, MAS...”.

Orações adversativas, o que são? Simples: a incongruência de pensamentos instaura a adversidade. Como dizia um personagem de Game of Trone, tudo o que vem antes do MAS nada vale. Por isso, quando alguém da IVI começa uma frase com elogios para o Grêmio, logo, logo espere um “mas”, “porém”, “contudo”, todavia” ...

Vigilantes da IVI é um movimento que cresce. O leitor Gonzaga Adolfo, professor e advogado, manda-me um WhatsApp sobre o comportamento da IVI no Gre-Nal: o Luciano Périco dá a palavra para os dois comentaristas da RBS TV para destacarem o melhor jogador de cada time no primeiro tempo.

Diogo Olivier destaca o do Inter. Dada a palavra para Mauricio Saraiva, este, em vez de destacar o melhor do tricolor, faz uma catilinária contra Jean Pierre. Êta Imprensa Vermelha Isenta. Gracias, Gonzaga.

No mais, tudo se resolverá amanhã. Até lá rios de tinta e milhões de caracteres em ´uats´ e ´twitter´ serão gastos. O torcedor do Grêmio deve ficar atento. Parafraseando Nelson Rodrigues (e também o Ricardo Wortmann), tudo o que está aí é produto de muito trabalho...

Isto é - a IVI é um trabalho de muitos e muitos anos. Prestem atenção, oh gremistas de todos os costados. Até a hora do jogo há muita água.

__________________________________________________________________________________________
Siga o Espaço Vital no Facebook !

Estamos com perfil novo no Facebook, mais atuante e sempre levando as notícias do meio jurídico, humor e crítica. Aquele anterior perfil a que o leitor se acostumou até 2018, não mais está ativo. Interaja conosco no novo local certo. Siga-nos!

Este é o novo perfil do Espaço Vital no Facebook: clique aqui


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Meus aforismos sobre a crise do Grêmio

“´Tratactus logico-futebolisticus´. Em 16 proposições, os pensamentos sobre o momento do Imortal Tricolor.  Entre estes, quatro perguntas instigantes: 1) São os jogadores que determinam o número de treinos por semana? 2) Quem dá o tom da intensidade dos trabalhos? 3) Quem dispensa determinados jogadores para não viajarem? 4) Diego Tardelli não viajou a Fortaleza (CE) para poder participar de um churrasco em Porto Alegre?

“Só o Grêmio como mandante perdeu” – é a ´flauta” da IVI do centro!

“Diori Vasconcelos é um poço de contradições. No pênalti marcado via VAR no Gre-Nal, ele disse que ´a imagem não pode estar parada, e por isso o VAR errou´. Mas no caso do impedimento do Cortez, domingo, somente se viu um peito projetado (as pernas estavam “legais”) com a imagem...exatamente parada”. 

Para compensar a dor da perda...

“No dia seguinte ao Gre-Nal que consagrou o Grêmio e Paulo Victor, era nítido o azedume dos membros da IVI. Eles criaram, então, a compensação: Nico López teria sido o melhor do campeonato. Essa imprensa isenta é antológica”.

A IVI e o três vezes iluminado! De Bo(n)a!

“Gustavo de Bona, narrador da Gaúcha. Molhou-se todo ao narrar o gol do “iluminado, iluminado, iluminado Guerrero. Não estou dizendo que o peruano é um caco. Estou falando do modo desproporcional com que a IVI trata dos assuntos de Inter e Grêmio”.