Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre (RS), sexta-feira, 14 de agosto de 2020.

O Advogado Fura-Colchão



Charge de Gerson Kauer

Imagem da Matéria

Por Carlos Alberto Bencke, advogado (OAB-RS nº 7.968)

Doutor Arencéfalo é o apelido de um advogado muito conceituado numa cidade de grande porte do Estado Sepétino, fronteira com a Argentina e o Uruguai.

Segundo a rádio-corredor-forense, “o cognome do profissional da advocacia é uma conjunção de ´Arbelino´, nome do pai dele e ´Encéfalo´, parte do cérebro que controla o organismo”. Assim se justifica que o Doutor Arencéfalo possua total domínio dos órgãos, digamos, sensíveis do seu corpo.

Até que a idade vai chegando, a gravidade atuando sobre o esqueleto. Culmina por resultar no descontrole teimoso e indisciplinado dos órgãos até então controlados...

O médico recomenda: “Tome Silaic 5mg., diariamente”.

Um tempo depois, a surpresa. A elegante esposa, discreta - ainda muito bonita, apesar da idade – pede o divórcio.

Diante do juiz que tenta reconciliar o casal, ela informa os motivos do pedido: “Doutor, não quero me reconciliar com este devasso. Acordei várias noites com ele fazendo movimentos pélvicos sobre a cama, no seco”.

O juiz pergunta ao Doutor Arencéfalo se ele quer “dizer algo acerca do desabafo conjugal”.

A resposta é imediata: “Excelência, eu próprio já me acordei várias vezes nesta situação. Só pode ser reação ao remédio que o médico me receitou para o controle dos meus órgãos atingidos pela lei da gravidade.”

A esposa entende. Há a reconciliação, com a desistência do divórcio litigioso. Mas as rádios-corredores da subseção da OAB e do fórum coincidem na informação logo difundida: “O Doutor Arencéfalo acaba de ganhar o codinome de ´Fura-Colchão´”.

No dia seguinte, as “rádios-corredores” da Ajuris e do tribunal também repercutem. Face ao sigilo judicial, não se fala mais nisso.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Notícias Relacionadas

Charge de Gerson Kauer

Doces amores grenalizados

 

Doces amores grenalizados

Advogado, bem apessoado, cinquentão, sem preocupações com as contas no fim do mês, coloradíssimo, resolve consultar um saite especializado em buscar doces relacionamentos sem compromisso. Bingo! Depois de algumas semanas de doce convivência eventual, surge um problema “fu-te-bo-lís-ti-co”.  O texto é de Carlos Alberto Bencke.

Charge de Gerson Kauer

A testemunha (mal) falante

 

A testemunha (mal) falante

Era uma audiência de instrução em uma ação de divórcio litigioso. De repente, a primeira testemunha - em menos de 30 segundos - derruba a tese da autora: “Ela quer se separar do marido, porque gosta muito de linguiça consistente e apimentada, mas em casa não conta com isso. Ele é pão-duro, não esquenta nada”. O texto é do advogado Carlos Alberto Bencke.

Charge de Gerson Kauer

Uma decisão em seis palavras

 

Uma decisão em seis palavras

A decepção do patrão de um centro de tradições, ao receber de volta um ofício em que fizera um convite e pedira uma autorização à autoridade judicial: “E eu com isso, vivente? Devolva-se”.

Charge de Gerson Kauer

A jovem sem perspectiva de emprego

 

A jovem sem perspectiva de emprego

Como prestadora de serviços sexuais eventuais, a moça acompanhou um cidadão de 50, no carro dele, para uma escapada a 150 km. da capital, onde ele - na condição de preposto - participaria de uma audiência. Na rodovia, o azar: um acidente de trânsito. Decorrência: os lucros cessantes da garota de programa

Charge de Gerson Kauer

O dramático depoimento da vítima de estupro

 

O dramático depoimento da vítima de estupro

Na audiência de ação penal em que é buscada a persecução de um homem acusado de estupro, a defesa do réu lança uma indagação desrespeitosa e inoportuna: “Gostaria que fosse perguntado à ofendida se ela sentiu prazer e alcançou o orgasmo no momento do fato”.