Ir para o conteúdo principal

Edição de terça-feira , 13 de agosto de 2019.
https://espacovital.com.br/images/smj.jpg

Detentos recusam Eduardo Cunha como árbitro do campeonato dos times da cadeia



Arte de Camila Adamoli sobre caricatura de Queiroz Carvalho

Imagem da Matéria

 Juiz ladrão!

Na penitenciária de Bangu, no Rio – onde parte da turma da Lava-Jato está presa – realiza-se desde a semana passada um campeonato formado por 12 times de reclusos. Um deles – o notório Sérgio Cabral - foi impedido, pelas normas oficiais do cárcere, de jogar. É que ele está no isolamento.

O também saliente Eduardo Cunha alegou “falta de disposição” para jogar, mas ofereceu-se para atuar como juiz futebolístico. Foi vetado jocosamente pelos times, sob o argumento “de lisura não confiável”.

Transitou em julgado pelas regras vigentes na cadeia.

• Recebendo o meritíssimo

A reforma da Previdência exigiu cautelas do Judiciário para não perder direitos e benesses. Na reta semifinal do primeiro turno, o relator da reforma, Samuel Moreira (PSDB-SP) recebeu um telefonema originado no STF.

Era o ministro Alexandre de Moraes pedindo ao relator para receber um representante de uma entidade que representa magistrados brasileiros. Aconteceu.

• Cabrais e os descobrimentos

No ano 1.500, Cabral, o navegador, descobriu o Brasil. Em 2019, Cabral, o governador larápio, está procurando descobrir quem pode ajudá-lo a assinar uma delação premiada.

Após um inexitoso contato com o Ministério Público - que deu um imediato não – os advogados do ex-governador carioca estão tentando com a Polícia Federal.

• Políticos, dinheiro! Macacos, bananas!...

O relator da Lei de Diretrizes Orçamentárias, deputado Cacá Leão (PP-BA), saiu-se com uma pérola para tentar explicar o ataque (ou seria, mesmo, atraque?) ao bolso do contribuinte.

De modo simplório e transparente chancelou que “foi uma reivindicação de quase todos os partidos”. Como se sabe, o inchaço financeiro – se aprovado - elevará os gastos com os partidos de R$ 1 bilhão e 700 milhões para R$ 3 bilhões e 700 milhões.

O jornalista carioca Ascânio Seleme saiu-se, em sua coluna dominical em O Globo, com uma tirada irônica, mas pertinente: “Se o deputado Leão perguntasse a todos os macacos dos zoológicos de país se eles gostariam de ganhar mais bananas grátis, certamente quase todos os primatas responderiam que sim”.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Arte de Camila Adamoli sobre foto Visual Hunt (imagem meramente ilustrativa)

Os riscos do uso de ácido tioglicolato de amônia em salões de beleza

 

Os riscos do uso de ácido tioglicolato de amônia em salões de beleza

· Consumidor será reembolsado do que pagou pelo tratamento capilar. E receberá indenização por sofrer “vexame social, humilhação e vergonha”.
· Uma briga judicial entre irmãs por causa de um “selfie” no Facebook.
· Cantora Annita faz furor em programa de tevê ao descrever a “massagem para testículos”.

Google Imagens

Vínculo empregatício de sete anos entre vocalista e banda gaúcha

 

Vínculo empregatício de sete anos entre vocalista e banda gaúcha

 Decisão do TRT-4 reconhece os direitos trabalhistas do cantor, mesmo que ele tenha tido simultâneo emprego fixo numa academia de ginástica.

 Redes sociais anunciam que o centroavante André, do Grêmio, irá para o Juventus da Itália. Já vai tarde...

 Os duro$ tempo$ atuai$ das empreiteiras$...

 Gravação ilegal não serve como prova em ação trabalhista.

Kauer

Pérola processual e pérolas de corredor

 

Pérola processual e pérolas de corredor

· Advogado que, em causa própria, ganhou ação contra a Qantas Airways, terá que outorgar procuração a ele próprio...
· “Rádio-corredor” da Ordem gaúcha comenta o “ato institucional forense”...
· Agora, sério! Aprimoramento da legislação antitabagista traz quatro novas medidas apreciáveis.

Google Imagens

Quem estiver disposto a viver sem celular e sem internet móvel, levante o dedo!

 

Quem estiver disposto a viver sem celular e sem internet móvel, levante o dedo!

· Pessoas alérgicas a radiações, ou que desejam viver desconectadas, estão se mudando para a calma Green Bank (foto), em Virgínia Ocidental (EUA).

· A crise dos doutores brasileiros: mais 13% de desempregados, no primeiro trimestre de 2019, entre os que possuem diploma de curso superior.

· São 409 advogados a serviço do BNDES. Alguém mais se habilita?

· Sérgio Cabral e Eduardo Cunha agora são bons vizinhos no presídio de Bangu, no Rio.

· Revelar publicamente desperdícios de água é um ilícito civil?

Meme Charge Capital

Sentença na ação penal sobre o apartamento em São Bernardo do Campo pode sair em julho

 

Sentença na ação penal sobre o apartamento em São Bernardo do Campo pode sair em julho

• Os números da Lava-Jato comparados com a Operação Mãos Limpas, na Itália, em 1992.

• A defesa de Lula tem sido tenaz na repetição da alegação de não haver uma única assinatura dele imbricando-o na papelada do tríplex de Guarujá. É um fato.

 Mas o ex-ministro da Justiça José Paulo Cavalcanti Filho questiona: “A ausência de um documento assinado por Hitler seria suficiente para negar ter sido ele responsável pelo Holocausto”.

 Exame do Enem com provas digitais, experimentalmente, a partir de 2020.

 De Sérgio Moro para Gleisi Hoffmann: “Não sou eu o investigado por corrupção”.

Charge de Roque Sponholz – Humor Político

Dias Toffoli diz que “os ministros do Supremo têm que ter couro” para aguentar críticas

 

Dias Toffoli diz que “os ministros do Supremo têm que ter couro” para aguentar críticas

• Procurador do Estado do Rio, preso ontem por receber propina da Odebrecht, é autor de um compêndio jurídico: “O Ato llícito e a Responsabilidade Civil do Estado”.

 O desvio (com ´s´) do trajeto do metrô e o ´de$vio´ (com cifrão) que fez a obra subir de R$ 880 milhões para R$ 4 bilhões.

• Como foi que o Brasil, há nove anos, decidiu doar a Cuba US$ 4,9 bilhões?