Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira , 13 de setembro de 2019.

Páginas da vida com segredo de justiça



Charge de Gerson Kauer

Imagem da Matéria

Para uma das audiências da manhã, o novel juiz - recém chegado na comarca – agendara o interrogatório de um rapaz preso sob a acusação de tentativa de roubo qualificado com o uso de uma faca. O acusado passa a ser interrogado sobre o crime.

- Doutor, é verdadeira a denúncia. Eu estava em dificuldades financeiras e decidi praticar um roubo. Foi minha primeira vez. Peguei uma faca, fui para uma cidade vizinha e fiquei esperando uma vítima, num entardecer do inverno. Passou um homem jovem caminhando. Celular numa mão, pasta na outra. Decidi que ele seria a minha vítima. Anunciei o assalto. Para minha surpresa, o rapaz me deu um golpe de arte marcial, tomou-me a faca e me rendeu. Acabei apanhando, fiquei imobilizado até a polícia chegar. Na delegacia, descobri que a vítima era um campeão de jiu-jitsu. Que falta de sorte, doutor! Foi minha primeira vez, para nunca mais...

A postura, as feições de vergonha, o modo de sentar, e a linguagem polida do réu surpreendem o juiz, que formula então outras perguntas.

Pelas respostas, o magistrado fica sabendo que o réu é universitário, com matrícula trancada por falta de dinheiro para as mensalidades. Chegara a trabalhar como auxiliar contábil, dois salários mínimos mensais. E que o desemprego era decorrência do fechamento de uma indústria que tivera 220 trabalhadores. A mãe faxineira mantinha a casa; do pai não tinha mais notícias há dois ou três anos.

O juiz termina a audiência, dizendo ao acusado que aquela “falta de sorte” tivesse sido, talvez, uma coisa boa.

- Dar-se tão mal no primeiro assalto pode ter sido um oportuno aprendizado para a sua vida – diz o magistrado, em tom grave de voz.

- Concordo, aprendi que o crime não é uma opção para mim, devo seguir procurando emprego e fazer outra coisa para ganhar dinheiro – admite o acusado.

A liberdade provisória mediante condições é concedida. A pena branda fixada na sentença é inteiramente cumprida. Seis meses depois, o outrora delinquente primário retoma as aulas na Faculdade de Direito, que lhe concede uma bolsa parcial. Ele trabalha de padeiro à noite. E no final do terceiro ano de estudos consegue ser estagiário na prefeitura local.

No mês passado ele recebeu o diploma de bacharel em Direito e vai se inscrever-se no próximo Exame de Ordem. Entre os que torcem por ele está o magistrado estadual, agora já quarentão, jurisdicionando em comarca de entrância final.

Há poucos dias, o juiz segredou ao Espaço Vital: “Estou seguro de que o jovem cumpriu a promessa de não mais delinquir, e tanto ele como eu temos a certeza de que ter ao acaso, como primeira vítima um campeão de artes marciais, não foi um tremendo azar, mas o ato que o preparou para sua redenção”.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Charge de Gerson Kauer

Dentadura macabra

 

Dentadura macabra

Uma insólita ação num Juizado Cível, pedindo a condenação solidária de uma família enlutada e de um hospital. A discussão sobre uma dentadura completa, deixada na mesinha de um dos quartos coletivos, e que por engano acompanhou o corpo de um provecto cidadão que falecera na véspera. O texto é do advogado Carlos Alberto Bencke.

Charge de Gerson Kauer

Um caso gaúcho para o Livro Guinness dos Recordes

 

Um caso gaúcho para o Livro Guinness dos Recordes

Pedro e Paula eram jovens ainda – respectivamente 24 e 22 de idade – quando casaram, dez anos atrás. Eles levaram à frente seu matrimônio, sem filhos, durante mais de dez anos de muitas alegrias, poucas tristezas, mas lento declínio da temperatura conjugal. Em janeiro de 2019 a extrema surpresa: um inimaginável triângulo.

Charge de Gerson Kauer

A comarca das vacas

 

A comarca das vacas

O juiz recém nomeado estava assumindo a comarca. Chegou na sexta-feira à tardinha, hospedou-se no melhor hotelzinho da cidade e preparou-se para, no dia seguinte (sábado) cedo, organizar as tarefas para a sua estreia, na segunda-feira. Não imaginava ter que enfrentar um “vacum”.

Charge de Gerson Kauer

Para medir o tamanho ´daquilo´...

 

Para medir o tamanho ´daquilo´...

Treze de agosto de 2018, hoje está fazendo um ano. A frustração do consumidor que - após encomendar na internet, e pagar por um aparelho que o tornaria “um amante imbatível” - recebeu uma enorme e maldosa lupa. O texto é do advogado Carlos Alberto Bencke. 

Charge de Gerson Kauer

“Quero comer filé”

 

“Quero comer filé”

Na audiência de uma ação de divórcio, a surpreendente mudança de decisão do homem: “Estou velho, não vou conseguir mais uma companheira como ela. Prefiro comer filé com os outros do que carne de pescoço sozinho”. O texto é do advogado Carlos Alberto Bencke.