Ir para o conteúdo principal

Edição de terça-feira , 22 de outubro de 2019.
https://espacovital.com.br/images/fechamento.jpg

CNJ acolhe pesquisa de que 90% dos magistrados “estão estressados” e regulamenta o pagamento de “auxílio-saúde”



•  Magistrados estressados

O Conselho Nacional de Justiça aprovou, nesta semana, resolução para padronizar o auxílio-saúde a magistrados. Os tribunais poderão pagar até 10% do salário de juízes e desembargadores.

Pela nova regra, serão três opções: 1) Convênio com plano de saúde, custeado pelo Estado; 2) Serviço prestado diretamente no tribunal; 3) "Auxílio financeiro de caráter indenizatório" de até 10% do vencimento básico, sem incidência de Imposto de Renda, nem submissão ao teto constitucional.

O relator, conselheiro Valtércio de Oliveira – que é desembargador do TRT da 5ª Região (BA) - levou em conta dados de pesquisa (sem contraditório) da Associação dos Magistrados Brasileiros que concluiu que 90% dos juízes de primeiro grau estão "mais estressados do que no passado".

Entre os magistrados estaduais, o índice chegou, em média nacional, a 97,2%. (Ato Normativo nº 0006317-77.2019.2.00.0000).

•  A propósito: saudade

O jurista aposentado Bento de Ozório Sant´Hellena ficou sabendo da decisão do CNJ ontem (12) quando visitava a sede do CF-OAB.

Atento, ele logo despachou uma mensagem ao Espaço Vital: “A expressão ´juízes estressados´ significa novos penduricalhos em gestação”.

E arrematou comparativo: “Esse atual CNJ me faz sentir saudade dos tempos da Eliana Calmon”.

• Ronaldinho Gaúcho faz acordo com MP-RS

O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho conseguiu recuperar seu passaporte por meio de um acordo com o MP-RS. O ex-futebolista teve o documento apreendido após não pagar multa ambiental.

O acordo foi celebrado logo após Ronaldinho ser convidado pelo presidente Jair Bolsonaro para atuar embaixador do turismo. A função exige que ele viaje para outros países e promova a imagem do Brasil.

Ronaldinho e seu irmão-empresário Roberto de Assis Moreira foram condenados em 2015 por construir ilegalmente um trapiche, com plataforma de pesca e atracadouro, na orla do Lago Guaíba, em Porto Alegre. A estrutura foi montada sem licenciamento ambiental em Área de Preservação Permanente. Segundo o Ministério Público, a multa inicial fixada em R$ 800 mil já ultrapassa o valor de R$ 8 milhões.

Como não houve o pagamento voluntário da multa, o TJ gaúcho determinou a apreensão dos passaportes até que a dívida seja paga. Além disso, proibiu a emissão de novos documentos enquanto existir o débito.

Conforme a “rádio-corredor” do TJRS, o valor de R$ 8 milhões será pago parceladamente ao longo de cinco anos. O Espaço Vital não conseguiu a confirmação oficial dessa especulação.

Após ter o pedido de liberação dos passaportes negado pelo Superior Tribunal de Justiça, os dois apresentaram recurso ao Supremo alegando constrangimento ilegal. Mas a ministra Rosa Weber manteve a apreensão. (Proc. nº 70081429318 – TJRS).

•  Vazamento de dados

A Procuradoria-Geral da República determinou à Polícia Federal a investigação do vazamento de dados fiscais do ministro Gilmar Mendes e de sua mulher, a advogada Guiomar Feitosa. As informações saíram de dentro dos sistemas da Receita Federal e foram pauta de uma reportagem da revista Veja sobre o ministro.

Conforme ofício enviado pela PGR a Gilmar, o vazamento aconteceu porque dois auditores fiscais permitiram que terceiros tivessem acesso a um banco de dados que deveria ser fechado. A Receita disse à PGR que “não houve dolo dos auditores”, mas a PGR, Raquel Dodge, entendeu que era o caso de investigar mesmo assim, já que teria havido um crime: a violação de sigilo fiscal.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Jurista gaúcho diz que o Supremo “já tem inimigos demais”

• Saite paulista analisa a sustentação oral de Lenio Streck como ´amicus curiae´: “Se o artigo 283 do CPP espelha a Constituição, seria a Constituição inconstitucional?”.

 Estudante que cursou pré-escola com bolsa tem direito à vaga como cotista.

Gilmar Mendes substitui prisão de doleiro por fiança de R$ 5 milhões.

Arte EV sobre imagem de https://blog.guadaim.com.br

   Direito ao esquecimento: Google condenado a retirar vídeo que prejudica carreira de mágico

 

Direito ao esquecimento: Google condenado a retirar vídeo que prejudica carreira de mágico

  As cenas que viralizaram no Youtube e em redes sociais mostravam o artista da magia ofendendo um menino de 6 anos, em 2013, durante uma festa infantil.

  Julgado reconhece o direito ao esquecimento, mas nega a indenização, por inexistência de ato ilícito na difusão das imagens.

  Juiz estadual gaúcho indicado para vaga no Conselho Nacional de Justiça.

 Empresas de Silvio Santos indenizarão Natura por uso indevido de marcas.

  Pesquisa revela que horário de verão inibe a criminalidade.

TRF-3 mantém decisão que anula reajustes ilegais de planos de saúde para maiores de 60

 Kauer Cartum: novo espaço de humor bissemanal no Espaço Vital.

 JFRS extingue ação envolvendo a nomeação de membros da Comissão sobre Mortos e Desaparecidos.

 Guias de depósitos judiciais na Justiça Federal já podem ser geradas no eproc.

 TSE aprova contas de Aécio Neves de 2014, mesmo com irregularidades de R$ 1,5 mi.

 TRF-4 bloqueia bens de Cândido Vaccarezza: mais de R$ 17 milhões.a

Caixa Federal pede a decretação de falência da Odebrecht

 Os créditos buscados são superiores a R$ 2 bilhões.

 Novo PGR quer a “verdade real” sobre o atentado a Bolsonaro: reabertura das investigações.

• Sem consenso, Toffoli adia sessão que vai delimitar efeitos de tese que ameaça Lava-Jato.

Concurso de miss infantil do programa Silvio Santos vira alvo de dois inquéritos.

Lula diz que não aceita ‘barganhas’ para deixar prisão

 O ex-presidente espera que a sentença do tríplex seja cassada, para que ele possa voltar a concorrer em 2022.

 Eike Batista tem a maior condenação por crime financeiro.

 Encontrado o corpo da 250ª vítima em Brumadinho.

 Aluno-aprendiz menor de 14 anos tem direito ao cômputo do tempo para fins de aposentadoria.

• OAB pede tratamento isonômico no controle por detector de metais para acesso a tribunais e fóruns.