Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira ,08 de novembro de 2019.
https://espacovital.com.br/images/metaforense_4.jpg

Mais babados no STF



Charge de Gerson Kauer

Imagem da Matéria

Do estúdio da provecta emissora de tevê, o apresentador - câmera em close nele – anuncia:

- Interrompemos nossa programação normal para um boletim, ao vivo, do STF, onde a repórter Sonsa Bocassolta, nossa ex colunista social que se formou em Direito, acompanha o julgamento sobre o cumprimento imediato da pena para condenados em segunda instância! É com você, doutora Sonsa!

Aparece, então, na tela, a super empolgada repórter que nunca nega suas origens que tivera junto às colunas de fofocas:

- Gente, gente, genteee! Esse plenário está bombando! Tem até comitiva da Rússia, China e África do Sul, assistindo! A coisa está chique por aqui, ou não está?

O âncora procura manter o foco no tema principal:

- Excelente, doutora Sonsa! Mas o que você nos diz sobre o julgamento propriamente?

- Por aqui o julgamento está pegando fogo! O placar está mais apertado do que semifinal de Libertadores! O ministro Marco Aurélio, todos já sabem, votou pela impossibilidade da prisão antes do trânsito em julgado, né? Ele nunca se conformou com esse entendimento de prisão depois do julgamento em segunda instância! Acredita tanto na tese que é difícil não concordar com ele!

E a repórter prossegue:

- E então foi a vez dos três mais novos ministros votarem: Alexandre de Moraes, Fachin e Barroso, todos pela constitucionalidade da prisão antes do trânsito em julgado. É impressionante como, nesse assunto, há uma identidade de posicionamento dos ministros mais novos em contraposição aos mais antigos!

O âncora prepara-se para fazer um comentário, mas Bocassolta retoma a palavra:

- E então, chega ela: diva, poderosa, maravilhosa Rosa Weber! Ela é assim, não dá “spoiler”! Quem quiser saber o voto dela tem que aguardar até o fim e só descobre quando ela fecha com o final “golden key”! Seu voto, contra a prisão antes do trânsito em julgado, arrancou elogios do presidente do Supremo.

E então a doutora respira, pega mais fôlego e tece a seguinte ponderação:

- Mas daí vêm o ministro Fux e profere um voto brilhante, em sentido contrário! Por aqui está assim: você ouve um ministro defender uma posição e fica convencido. Daí chega outro e faz você rever a sua posição. Olha... estamos muito bem de ministros! Não é à toa que hoje em dia todo o brasileiro sabe nominar os onze ministros do Supremo, mas não sabe a escalação dos onze jogadores titulares da seleção!

Ante essa deixa, o âncora pergunta:

- E o que o povo pode esperar desse julgamento?

- Olha, eu não sei e ninguém sabe, mas eu não via o povo brasileiro assim tão envolvido com um mistério, desde o assassinato de Odete Roitman, nos anos 80.

- Odete Roitman? – indaga o âncora que, aparentemente, não pertence à geração que assistiu à novela Vale Tudo.

- Sim! Você não conhece a célebre frase ´Quem matou Odete Roitman?´

- Não conheço não, mas seja lá quem for, deve estar aguardando julgamento até hoje... em liberdade.

Advertido – ninguém sabe por quem no estúdio – o âncora interrompe compulsoriamente:

- É hora de pedir os nossos comerciais...


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Google Imagens

Babados do STF

 

Babados do STF

“Vamos começar pelo bafão do momento: depois de quase morrer pela manhã, com a pressão arterial alterada, o ministro Marco Aurélio conseguiu reunir forças para comparecer à sessão e criticar a Procuradoria Geral da República, a Advocacia Geral da União, os ministros Toffoli, Gilmar e Fux. Quase conseguiu criticar a unanimidade do Plenário”.

Charge de Gerson Kauer

Dia do Pendura

 

Dia do Pendura

Os contrastes entre o conservadorismo da OAB e a sua capacidade de fazer uma superprodução. Em meio a ´gogo boys´ e ´strippers´, um convite informal e insinuante: “Hoje é o Dia do Pendura. Aproveite, doutor; pendure o seu casaco, e entre na festa”.

Montagem de Gerson Kauer

O hermeneuta e o VAR

 

O hermeneuta e o VAR

“Como as decisões do árbitro de vídeo (o VAR) ainda são muito contestadas, o futebol brasileiro contrata um jurista de notório saber: o Dr. Platão Socrático, eminente catedrático, buscado a peso de ouro para trazer paz ao esporte bretão”.