Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira ,06 de dezembro de 2019.
https://espacovital.com.br/images/escreva_direito_2.jpg

Algumas discordâncias



Um dos erros mais frequentes nos textos que leio é o que envolve questões de concordância, tanto de gênero quanto de número, sem contar o equivocado uso da pessoa gramatical. Vejamos alguns casos concretos:

- São bens de consumo durável. O que é durável? Os bens ou o consumo? É claro que os bens é que são duráveis. Então: São bens de consumo duráveis.

- Essa garota vai fazer carreira rápida. Era intenção do autor informar que a menina se consagraria rapidamente, em pouco tempo, razão por que deveria utilizar advérbio, e não adjetivo: Essa garota vai fazer carreira rápido (rapidamente). Se a intenção fosse afirmar que a carreira dela não duraria, então, sim, o correto seria utilizar a forma adjetiva: Essa garota vai fazer carreira rápida. É quando se aplica uma regra que todos decoraram: O advérbio não varia..., mas poucos a aplicam, justamente por não identificarem o advérbio, que no caso assume forma igual à do adjetivo masculino.

- Elas estão só no sacrifício. Novamente se está envolvido com o uso de palavra que pode ser adjetivo e advérbio. Com o sentido de somente, é advérbio; na acepção de sozinho, é adjetivo. É possível que elas estejam somente no sacrifício, ou seja, afastadas dos bons momentos? É possível e até comum em alguns meios. Se for isso, a frase estará correta. Se, no entanto, a intenção for informar que elas estão sozinhas no sacrifício, e ninguém mais, terá que ser usada a forma adjetiva, aquela que flexiona. Assim: Elas estão sós (sozinhas) no sacrifício.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Arte de Camila Adamoli sobre foto Google Imagens

Reserva mental ou simulação unilateral

 

Reserva mental ou simulação unilateral

“A polêmica do contrato que envolve o caso do atleta Pedro Rocha na sua relação com os clubes envolvidos (Grêmio e Diadema). As duas expressões, usadas em contextos iguais, podem significar o mesmo, em que pese uma delas ser mais precisa do ponto de vista da ciência linguística”. O julgamento pelo TJRS será na próxima quarta-feira (11).

Arte EV

O jeito de escrever nos meios eletrônicos

 

O jeito de escrever nos meios eletrônicos

“Não se consegue imprimir na escrita a mesma velocidade da fala, razão por que se eliminou tudo o que pode emperrar a produtividade da digitação: abrevia-se quase tudo. Exemplos: Atenciosamente virou Att.; você virou vc.; que virou q., e assim por diante”.

Tu / Você

“Nas comunicações formais, como na redação oficial, usam-se os pronomes de tratamento: Vossa Excelência (para altas autoridades) e Vossa Senhoria (para as demais autoridades e cidadãos em geral), entre outras formas de uso mais restrito”.