Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre (RS), terça-feira, 30 de junho de 2020.

“O primeiro que vai preso é o nosso presidente Rodrigo Maia”



Arte EV sobre foto Camera Press

Imagem da Matéria

Em um áudio divulgado pelas redes sociais, o deputado federal pelo Estado de Tocantins, Carlos Henrique Gaguim (DEM) recebe uma ligação do deputado Arthur Maia, da Bahia.

Atalhando, Gaguim se diz contrário: “Você está equivocado!”. E logo complementa que “essa PEC para garantir a prisão na segunda instância não passa nem aqui, nem na China”.

Tentando cooptar o colega Arthur Maia, o deputado Gaguim insiste, interrogativo: “Nós vamos pegar uma coisa que não é nossa para que, meu irmão?”.

Em seguida, Gaguim escancara o argumento predominante nos corredores do Congresso daqueles que são contrários à prisão na segunda instância: “Eles estão falando que o primeiro que vai preso em segunda instância é o nosso presidente Rodrigo Maia. E aí? E os nossos líderes? E nós? Gente que não deve nada sendo aí acusado sem prova, sem nada.

Gaguim conclui o áudio sugerindo que gestores públicos devem ser contrários à prisão na segunda instância. “Você nunca foi gestor. Por isso é que você está defendendo a prisão na segunda instância, pô.”


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Notícias Relacionadas

STF libera o compartilhamento de dados

A decisão – por maioria - abre caminho para retomar a investigação sobre Flávio Bolsonaro. O tribunal vai votar na próxima quarta-feira (4) a tese (repercussão geral) em que serão definidos os exatos limites da decisão.