Ir para o conteúdo principal

EV de férias! > Os 15 Romances Mais Lidos de 2019
https://espacovital.com.br/images/smj.jpg

Compensação financeira para Dilma pela prisão e tortura sofridas durante a ditadura



Charge de Jota A / Portal O Dia

Imagem da Matéria

• Uma compensação para Dilma

O Brasil é mesmo um país ímpar. Definitivamente ex-Presidente da República desde 31 de agosto de 2016, Dilma Rousseff custa para a União a manutenção de dois carros oficiais (placas discretas) e uma ´entourage´ de dois assessores, quatro seguranças e dois motoristas. Tudo nos trinques: é que os benefícios concedidos aos ex-presidentes são originários da Lei nº 7.474/1986, que dispõe sobre as “medidas de segurança” aos chefes do Executivo brasileiro.

Mas Dilma quer forrar-se – na expressão de um suposto ´dilmês´, cunhado ironicamente pela “rádio-corredor da OAB de Brasília – com um “mais-ou-menos-um-pouco-bastante”. Ela está requerendo na Comissão de Anistia uma compensação financeira – algo parecido a uma reparação por dano moral - por ter sido presa e torturada pela ditadura.

A pedida é de R$ 11 mil mensais e tem chances de ser deferida. Estava na pauta da última sessão do ano, na semana passada. Mas, por obra de alguma tartaruga processual, a decisão ficou adiada para 2020.

A Comissão de Anistia é responsável pelas políticas de reparação e memória para as vítimas da regime civil-militar no Brasil. Foi criada para a defesa de ex-presos e perseguidos políticos, além da recuperação moral e econômica dos anistiados e suas famílias, no caso de familiares mortos e desaparecidos.

 Bandidos/as de toga

Quem teve acesso à investigação que levou ao afastamento do presidente do TJ da Bahia, Gesivaldo Brito e à prisão da desembargadora Maria do Socorro Santiago e do juiz Sérgio Humberto Sampaio, garante: foi só o início de um embrulho de “pepinos apimentados à moda judiciário” (tudo em minúsculas) que ainda vêm por aí.

A propósito, a festejada Carmen Miranda (1909/1955) cantou versos de Dorival Caymmi em 1950. Eram assim:

“O que é que a baiana tem? /
Tem brinco de ouro tem /
Corrente de ouro tem /
Pulseira de ouro tem /
Um rosário de ouro, uma bolota assim /
Quem não tem balangandãs... não vai no Bonfim”. 

•  Má fase baiana

Não tem nada a ver com o$ douto$ cifrõe$ do lodo baiano (acima), mas eis, a seguir, a mera coincidência da cinzenta fase de Salvador e adjacências.

Foi preso no fim-de-semana o acusado de matar, na quarta-feira (27), a jovem universitária baiana Elitânia Souza, na cidade de Cachoeira (BA).

Segundo a polícia, o assassino é Alexandre Passos Silva Góes. Vem a ser filho de um juiz baiano.

 Adriana em dois momentos

 1) Foi publicado, sem alarde, o acórdão do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB do Rio que cassou o registro de advogada da ex-primeira-dama do Rio Adriana Ancelmo, mulher de Sérgio Cabral.

Pesa contra ela o fato de ter usado o seu escritório como uma das bases de operação do esquema ilícito comandado pelo ex-governador, seu (ex?) marido.

2) Foi publicado, com alarde na imprensa carioca, que o ex-governador Sérgio Cabral está com dor-de-cotovelo. É que Adriana Ancelmo teria rompido com o ex, e ela estaria tendo um outro tórrido romance.

A “rádio-corredor” do Tribunal de Justiça do Rio transmitiu que se trata de um desimpedido operador jurídico de notória atuação na corte. Mas o nome do “novo” não é revelado.

 “Reserva mental”

A 20ª Câmara Cível do TJRS antecipou a pauta e julgará amanhã (4), a partir das 9h., a apelação do caso Pedro Rocha, um futebol jurídico entre o Grêmio e o Clube Atlético Diadema (SP) que estava pautada para o dia 11. O clube gaúcho perdeu em primeiro grau.

A causa vale R$ 15 milhões e nela se discute, entre outras questões, uma raridade jurídica: a ocorrência, ou não, da chamada “reserva mental”.

Prevista no capítulo do Código Civil que trata dos negócios jurídicos, ela acontece quando um dos contratantes reserva-se, secretamente, a intenção de não cumprir o contrato.

O artigo 110 define assim:

“A manifestação de vontade subsiste ainda que o seu autor haja feito a reserva mental de não querer o que manifestou, salvo se dela o destinatário tinha conhecimento”.Complicado! (Proc. nº 70083064105).

 ´Keep away´...

Alguns executivos brasileiros - mesmo com passagens compradas - estão desistindo de passar o fim de ano na gelada New York, depois da prisão, no dia 20 de novembro, de José Carlos Grubisich, ex-presidente da Braskem, encrencadíssimo com ricochetes internacionais da Lava-Jato.

É que, logo após a aeronave da Latam (voo 8180) pousar e abrir as portas no “finger”, policiais se apresentaram com um mandado. Antes mesmo que os demais passageiros pudessem sair, os agentes levaram o rico prisioneiro. Ele está fincado até hoje numa cela nova-iorquina.

Mera coincidência, alguns executivos passaram a preferir ver de perto o óleo que tisna as quentes praias do Nordeste...

É que o Brasil é incomparável num ponto: só ele tem a presença do “fator Gilmar”.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Metropoles.com

Fernando Haddad e o PT condenados a indenizar a cantora Paula Toller

 

Fernando Haddad e o PT condenados a indenizar a cantora Paula Toller

· Na campanha às eleições de outubro de 2018, o uso indevido da imagem dela e de versos da música “Pintura Íntima”.
· “Por que no te callas? ” do rei Juan Carlos, da Espanha. O que tem a ver com a fala de Toffoli de que a Lava-Jato quebrou muitas empresas.
· STF suspende a proibição ao livro sobre a vida de Suzana von Richtofen.
· Governo quer criar imposto sobre transações financeiras digitais.

Versos de José Augusto e Paulo Sérgio Valle – Arte de Camila Adamoli – Foto de Visual Hunt

Evidências em Brasília: o romance entre ministra de tribunal superior e ex-deputado

 

Evidências em Brasília: o romance entre ministra de tribunal superior e ex-deputado

•  Uma “rádio-corredor” chegou a repercutir versos contidos num cartão que acompanhou flores: “Eu tenho medo de te dar meu coração / E confessar que eu estou em tuas mãos / Mas não posso imaginar o que vai ser de mim / Se eu te perder um dia”.

•  Advogado é cassado por envolvimento com a corrupção. Mas foi no Rio de Janeiro...

•  A sorte de Eike Batista numa ação contra ele nos EUA. Juiz de Miami decidiu que a demanda só pode prosperar no Brasil.

Conselho Federal da OAB unido contra a PEC da Segunda Instância

 Na última sessão do ano, ontem (9) em Brasília, as lideranças articularam as primeiras estratégias para a “luta política e de argumentos”.

  Estilax Xavier, novo presidente do TCE-RS, alerta prefeitos: “Sanções por irregularidades não recairão apenas sobre o gestor principal".

  Um livro sobre João. Ele é “de Deus”, ou é “do diabo”?

  Movimento ´Vem Pra Rua´ faz conclamação: “Segunda Instância já! Férias em dobro nunca”.

Foto Getty Images

   Barulho na madrugada cria rota de choque de artista famosa com vizinhos endinheirados

 

Barulho na madrugada cria rota de choque de artista famosa com vizinhos endinheirados

  O Condomínio Mansões, no Rio, notifica a rica proprietária Larissa de Macedo Machado, 26 de idade, “para que tal fato não se repita, a fim de evitarmos multas e ações judiciais”.

 Quatro perguntas sobre o mercado jurídico brasileiro

  Revista Exame sai da Editora Abril e fica sob o comando do banqueiro André Esteves.

  Veja quem será o representante do Partido Podemos para debater e votar sobre a PEC da prisão em segunda instância.

  Há 25 deputados que mandam na Câmara Federal. Os outros só apertam os botões de votações...

Ilustração Felipe Franco Rodrigues

Está chegando a hora de o Grêmio se despedir de Renato

 

Está chegando a hora de o Grêmio se despedir de Renato

 Só o “chapabranquismo” gremista sustenta o favorecimento a Galhardo, Tardelli, André e Luciano – todos contas do treinador gremista.

 Aumenta a expectativa de vida para as crianças brasileiras nascidas em 2017 e 2018.

 As seguradoras se unem para tentar derrubar a medida provisória que acaba com o DPVAT.

 Hoje (29) lançamento de livro em homenagem ao professor Alexandre Wunderlich.

 Como os desembargadores do Trabalho reagiriram se a União começasse a atrasar seus salários?