Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre (RS), terça-feira, 29 de setembro de 2020.
https://espacovital.com.br/images/smj.jpg

Evidências em Brasília: o romance entre ministra de tribunal superior e ex-deputado



Versos de José Augusto e Paulo Sérgio Valle – Arte de Camila Adamoli – Foto de Visual Hunt

Imagem da Matéria

• Segredo NA justiça (1)

Tem ´affair´ novo em Brasília. A “rádio-corredor” do agora contestado Conselho Federal da OAB contou que uma importante ministra de tribunal superior está saindo com um ex-deputado que segue em evidência. “O romance é sério e não apenas um namorico” – repercutiu o jornalista Ascanio Seleme, no jornal O Globo de sábado (14), especulando até que “pode dar casamento”.

Nos cinco tribunais superiores há 14 ministras do gênero feminino. A partir do rol das desimpedidas, não será difícil aos operadores jurídicos palpitar nomes.

•  Segredo NA justiça (2)

O amor é lindo! Sobre o mesmo ´affair´, outra “rádio-corredor” brasiliense difundiu enfoque diferente. É que o ex-deputado mandara entregar flores no sábado, acompanhada de um cartão com versos de José Augusto e Paulo Sérgio Valle, consagrados por Chitãozinho e Xororó, na muito tocada música Evidências (linda letra!).

Sem juridiquês, assim:

“Eu tenho medo de te dar meu coração /
E confessar que eu estou em tuas mãos /
Mas não posso imaginar o que vai ser de mim /
Se eu te perder um dia”.

Para descontrair e fazer uma terça-feira mais amena – apesar da azáfama da semana – arranje quatro minutos e escute “Evidências”. Faz bem à alma.

• Advogado cassado

O carioca José Carlos Lavouras, fugitivo da Lava-Jato, flagrado pelo “Fantástico” em Lisboa, teve cassada pela OAB do Rio, sua inscrição na quarta-feira passada.

Lavouras vem a ser ex-presidente do conselho de administração da Fetranspor, sócio de 13 empresas de ônibus no Rio, encrencado até a medula na Lava-Jato e foragido em Portugal desde 2017.

“É um currículo resumido, mas de bom tamanho” – como sintetizou o jornalista Lauro Jardim, de O Globo.

• Menos um problema para Eike Batista

É que a Corte de Litígios Empresariais de Miami não reconheceu a jurisdição do Estado da Florida para uma ação movida pelos fundos Meridian Trust e American Associated. Estes haviam investido na OGX e em outras empresas do ex-homem mais rico do Brasil.

Assim, Eike Batista, seu filho Thor, e outros seis endinheirados se livraram da ação fundada em fraudes repetitivas. O juiz estadunidense acolheu os argumentos da defesa de que “a Justiça da Florida não tem poderes para julgar o caso, apenas a do Brasil”.

Sorte de Eike: no nosso país a justiça é lenta, toca em rotação diferente e tem fatores supremos.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor

Corrupção no Rio de Janeiro movimentou R$ 6,1 bilhões em 20 anos

  • A esperança de Cristiane Brasil (PTB) - herdeira do mensaleiro Roberto Jefferson - é que o STF lhe dê a liberdade.
  • TSE registra 545 mil candidaturas de olho nas prefeituras e vereanças; 32 mil são agricultores.
  • Por causa do dólar a R$ 5,60 porto-alegrenses e brasileiros vendem apartamentos em Miami.
  • Em quatro meses, este ano, 11,5 milhões de mulheres perderam seus empregos nos Estados Unidos.
  • Bancos podem monitorar contas de seus funcionários.

Imagem: Freepik - Edição EV

O que fazer quando o cliente tenta prejudicar seu próprio advogado?

 

O que fazer quando o cliente tenta prejudicar seu próprio advogado?

  • Após a publicação do acórdão, antes do trânsito em julgado, foi homologado acordo direto entre as partes, com a exclusão dos honorários sucumbenciais.
  • Vagas para estagiários deverão prever 30% de reservas para negros.
  • Quando o e-mail de uso no trabalho pode ser devassado pela empresa.
  • Volkswagen do Brasil pagará R$ 36 milhões a trabalhadores perseguidos ou torturados durante o regime militar.

Nelson Júnior / SCO-STF - Edição: EV

O ar condicionado e os oito infectados por coronavírus na posse do presidente do STF

 

O ar condicionado e os oito infectados por coronavírus na posse do presidente do STF

  • A primeira suspeita é a de que a condutora da contaminação tenha sido a tabulação sistema de aeração e refrigeração do Supremo.
  • O e-proc ainda não chegou ao Órgão Especial do TJRS: são 33 desembargadores ainda na era do papel.
  • As 900 pessoas que ainda têm direito ao foro privilegiado no STF.
  • Santander, BS2 e Olé: um negócio de R$ 1 bilhão e 600 milhões.
  • Vulcabras/Azaleia compra os direitos, no Brasil, de produzir e vender os tênis da Mizuno.

Eduardo dos Reis Evangelista, chargista Duke - Portal Dom Total

A história de Flordelis e seu marido assassinado: um incomparável roteiro de baixeza

 

A história de Flordelis e seu marido assassinado: um incomparável roteiro de baixeza

  • Nem Nelson Rodrigues faria ficção assim - ele que se consagrou por obras tachadas de "obscenas", "imorais" e "vulgares".
  • Uma ação judicial para desconstituir um cadastramento negativo por causa de R$ 0,01.
  • Improcedência de ação civil pública contra o uso do contraceptivo SIU-LNG (Sistema Intrauterino Liberador de Levonogestrel).