Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre (RS), sexta-feira,
03 de abril de 2020.
https://espacovital.com.br/images/123ver.jpg

Sentença em mandado de segurança corrige erro grosseiro no Exame de Ordem



Charge de Gerson Kauer

Imagem da Matéria

  Erro grosseiro corrigido

Sentença em mandado de segurança, proferida pelo juiz Bruno Brum Ribas, da 4ª Vara Federal de Porto Alegre, reconheceu erro grosseiro na formulação, pela Fundação Getúlio Vargas, da questão nº 4-A, que trata da decadência, no 30º Exame de Ordem, realizado em 8 de novembro.

O julgado determinou a atribuição de 0,65 ponto complementar ao candidato porto-alegrense Tiago da Silveira Cabral. Com isso, a nota final dele passa para 6,1 o que lhe assegura a aprovação e consequente inscrição como advogado na OAB-RS.

Interessante detalhe familiar: o impetrante da ação mandamental foi o advogado Jorge Claudio de Almeida Cabral (OAB-RS nº 21.034), que é pai do bacharel Tiago.

Como o precedente vai interessar a centenas de bacharéis, Brasil afora, o Espaço Vital disponibiliza, adiante – no final desta página - link para a sentença que aborda várias peculiaridades da prova. (Proc. nº 5003561-37.2020.04.04.71).

 Tornozeleira neles!

O polêmico deputado Alexandre Frota (PSDB/SP) propôs um projeto de lei à Câmara para acrescer um dispositivo à Lei Maria da Penha. Ele quer que os juízes passem a ter a prerrogativa de ordenar que agressores de mulheres, que cumprem medidas restritivas, passem a usar tornozeleiras eletrônicas.

E justifica: “Esta proposta visa dar ao Poder Judiciário e às polícias judiciárias um controle maior sobre os autores de crimes contra a mulher. A colocação de tornozeleiras eletrônicas determinará imediatamente, quando necessário, a real localização do agressor”.

Frota, desta vez, está com a razão.

 Milhões futebolísticos

A 20ª Câmara Cível do TJRS homologou, esta semana, o acordo entre Grêmio Porto-Alegrense e Clube Atlético Diadema, finalizando o complicado embrulho da venda, em agosto de 2017, por 12 milhões de euros do (hoje flamenguista) atleta Pedro Rocha, ao Spartak de Moscou.

O clube gaúcho pagará R$ 10 milhões, em 33 parcelas. Desse total, R$ 8,8 milhões vão para o clube paulista. Para os advogados deste, R$ 1,2 milhão.

Há uma cláusula pouco comum na transação: o clube gaúcho “se obriga a antecipar três parcelas (no total de R$ 1 milhão), descontando das últimas vincendas, toda a vez que o somatório dos valores de transferências(s) de atleta(s), realizada(s) pelo Grêmio alcançarem cifra igual ou superior a R$ 20 milhões, a ser apurado em cada janela internacional de atletas de futebol”. (Proc. nº 70083064105).

 O fim da meia-entrada?

O deputado federal Vinícius Poit (Novo-SP), relator da Comissão Especial da Mobilidade protocolou anteontem (5) na Câmara um projeto de lei para a extinção da meia-entrada em eventos culturais e esportivos. Se tiver sucesso, será revogada a Lei nº 12.933/2013, que estabelece o pagamento de meia-entrada para estudantes, idosos, pessoas com deficiência e jovens de 15 a 21 anos comprovadamente carentes.

“Meia-entrada é a metade do dobro! Acaba ficando mais caro pra todos. É uma falsa aparência de proteção aos estudantes” – sustenta o deputado. Ele nada explica sobre como a possível extinção do desconto de 50% será fiscalizada para a suposta diminuição dos ingressos em geral.

A polêmica sobre o fim da meia-entrada ganhou força nos últimos dias, depois de Jair Bolsonaro receber um grupo de sertanejos e produtores culturais no Palácio do Planalto. No encontro, dirigentes da Associação Brasileira dos Promotores de Eventos sustentaram que “a meia-entrada desequilibra a cadeia produtiva de shows no país”.

O deputado Poit poderia ter poupado, na ideia, pelo menos os idosos aposentados, ante o miserê que recebem da Previdência Social.

Erro grosseiro no Exame de Ordem

Para ler a sentença que concedeu mandado de segurança a um bacharel porto-alegrense, clique aqui.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor

Arte EV sobre imagem do Google

   Juiz extingue ação ajuizada por advogado para obrigar a Azul a reiniciar operações em Chapecó (SC)

 

Juiz extingue ação ajuizada por advogado para obrigar a Azul a reiniciar operações em Chapecó (SC)

 A empresa cancelou todos os seus voos ali, alegando ser decorrência da pandemia.

 Cuidado com golpes sobre precatórios que o TRT-4 estaria antecipando.

 Vinte dias depois de chegar ao Instagram, Sérgio Moro já tem 1 milhão de seguidores.

• Vem aí, em português, o livro sobre a Grande Gripe.

 Você sabia que o Brasil já teve um Presidente da República eleito que não assumiu (em 1919) porque foi vitimado pela gripe espanhola?

 2020 em casa: aumentam as buscas por chinelos e pijamas.

Reprodução do Twitter

Charge de jornal dinamarquês sobre coronavírus irrita a China

 

Charge de jornal dinamarquês sobre coronavírus irrita a China

 A figura mostra uma bandeira chinesa e, no lugar das tradicionais estrelas amarelas, há desenhos do novo coronavírus.

• O tamanho residencial da delação premiada de Eike Batista: um ano na cadeia de Bangu (mas a partir de 2021), 12meses de prisão domiciliar e dois anos de regime semiaberto. Parece que o crime compensa...

 O que fazer numa cidade de 92 mil habitantes onde faltou papel higiênico?...

Visual Hunt

Oito pequenas histórias sobre Coronavírus... para descontrair e instruir

 

Oito pequenas histórias sobre Coronavírus... para descontrair e instruir

 Onde serão colocados os 37 aviões da Gol e da Latam que vão parar?

• A juíza que está adorando o vírus, porque o trânsito ficou uma beleza...

 A cidade dos EUA, com 77 mil habitantes: ninguém entra, ninguém sai.

 A espirituosidade de um conselheiro cinquentão da Ordem gaúcha: “É uma briga de Coronas contra coroas”.

 E outras coisas...

Reprodução / Tv Globo

Testamento de Chico Anysio é anulado a pedido dos herdeiros

 

Testamento de Chico Anysio é anulado a pedido dos herdeiros

A distribuição testada foi de 100% do patrimônio e excluiu o filho Lug de Paula, que fizera o personagem “Seu Boneco” na Escolinha do Professor Raimundo. Impasse também envolve um apartamento que o humorista transferira para a hoje viúva, a gaúcha Malga Di Paula. Relembre cenas de “Salomé”, conversando imaginariamente com Dilma Rousseff