Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre (RS), sexta-feira, 25 de setembro de 2020.
https://espacovital.com.br/images/on_off_3.jpg

Home office mode ON!



Visual Hunt

Imagem da Matéria

Em tempos de Coronavírus - e sendo imperioso lembrar a todos para FICAR EM CASA! - surge a tecnologia como aliada a outras regras de gestão para que possamos aproveitar ao máximo esta estadia dentro dos nossos lares, com produtividade inclusive, com sanidade mental também!

Colaciono algumas dicas práticas e úteis no dia a dia com ferramentas de tecnologia para que possam refletir e aplicar no seu Home Office:

1. Troque de roupa

A tentação de ficar em casa de pijama é grande; entretanto, para a sua mente se transformar é essencial trocar de roupa e vestir-se de forma mais adequada/formal (não precisa colocar o terno, ou o vestido elegante...)

2. Busque local mais isolado e em silêncio

Mesmo sendo difícil quando se tem filhos e/ou locais menores, para trabalhar procure estar num cômodo diferente do seu quarto ou sala, visando que - após terminar o seu ofício - possa sair deste local e transformar de novo em casa (como se aquele local significasse o lugar de trabalho).

3. Estabeleça horários

Só porque está em casa não significa que pode trabalhar apenas uma hora por dia. Não estamos de férias!

Estamos aprendendo a lidar com outra forma de trabalho que não a forma tradicional. Então, estabelecendo horários teremos uma realidade de não virar a nossa vida em apenas trabalho ou menos trabalho do que deveríamos, pois nos sentirmos úteis é importante para nosso desenvolvimento pessoal, inclusive.

4. Tenha internet, backups e aplicativos à disposição

Se a sua organização colocou você a trabalho em home office, provavelmente você já está usando as ferramentas que a empresa tem, mas, muitos são autônomos, as vezes singulares e estão perdidos em como se comunicar com clientes, parceiros e outros. Algumas dicas práticas para reuniões on line:

- Zoom.us - Ferramenta on line ou aplicativo para reuniões.

- Google Meet - Integrado à agenda do Google, antigamente se chama de Hangouts.

- Whereby - Salas virtuais para até quatro pessoas.

Lembre-se de ter seus arquivos na nuvem (Dropbox, Google Drive/File Stream, OneDrive, etc) e salvá-los adequadamente.

Use o seu software para lançar as informações, atendimentos, registros. Depois da quarentena, você precisará de tudo facilmente localizado. E sem sistema ou armazenamento, quando os prazos voltarem e a vida retornar ao normal, você estará ainda num caos.

Além disto, é essencial antes de começar a trabalhar, ter ao seu alcance água, blocos de anotações, arquivos de modelos, enfim todo material para trabalhar, além daquele café ou chá amigo para aguçar a nossa reflexão!

5. Evite distrações

As maiores tentações e os problemas de se trabalhar em casa são as distrações.

E neste momento, em que toda a família está dentro de casa, as distrações são maiores ainda!

6. Organização horária

Estabeleça um horário de trabalho e cumpra. Mais do que isto, comece uma tarefa e termine a mesma para depois pensar num descanso.

Utilize técnicas como a pomodoro, onde se trabalha por 25 minutos e descanse alguns instantes e siga novamente… Entretanto, se não finalizou dentro dos 25 minutos, termine a tarefa primeiro.

Enfim, chegou o momento de ser disruptivo no trabalho: quebrar os paradigmas do tradicional e se reinventar.

Depois de tudo isto, teremos muito trabalho para reconstruir o mercado, economia e nossas vidas. Entretanto, se pudermos sair disto com vida, organizados e com mais aprendizado, terá sido de alguma valia todo o confinamento.

FIQUE EM CASA!

USE A TECNOLOGIA!

TENHA EMPATIA!

#FicaaDica

>>>>>>>>>>

Coloco o meu endereço de e-mail à disposição dos leitores. Comentários, sugestões etc. serão bem-vindos: gustavo@gustavorocha.com


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor

Foto: Visual Hunt - Arte EV

 Robôs seriam o problema do Judiciário?

 

Robôs seriam o problema do Judiciário?

“A ideia (!) do TRT-RS de limitar o acesso para facilitar o trabalho não é uma solução aceitável. Até porque, sob este prisma, daqui a pouco poderemos acessar 1.500, depois 1.000, após quiçá apenas 500 ou 100 processos, sob o falso argumento de resolver a lentidão do sistema”.

O Facebook apagando contas que apoiavam ou criticavam o governo

“O que isto significa na prática? Pensemos em três questões: 1) Redes sociais são meios de comunicação entre o governo e a população. 2) Quem controla a mídia controla a situação. 3) O poder da tecnologia é incalculável.