Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre (RS), sexta-feira, 10 de julho de 2020.
https://espacovital.com.br/images/romance_forense.jpg

Quem quer ser atriz na televisão?



Charge de Gerson Kauer

Imagem da Matéria

O anúncio nos classificados do jornal foi insinuante: “Empresa com 15 anos de credibilidade busca atores e atrizes sem experiência, para trabalhos em novelas e programas de TV no Rio de Janeiro. Garantimos (100%) pelo menos uma participação”.

Por isso, algumas sonhadoras embarcaram em 20 horas de modorrenta viagem de ônibus, ao Rio. Antes emitiram dez cheques (R$ 200 cada), para pagamento da viagem e da hospedagem. O lero-lero dos recrutadores prometia que “o seu investimento de agora será coberto pelos rendimentos de seu futuro trabalho na televisão”.

Na cidade maravilhosa (?), hospedadas em hotel de duas estrelas, em Copacabana, todas foram convidadas a fazerem uma opção:

( ) Sim, aceito fazer nu;

( ) Não aceito fazer nu.

Após eram, então, chamadas para a avaliação individual.

Depois de observar que as que respondiam “não”, eram - após rápidas entrevistas - sumariamente excluídas dos trabalhos, a gaúcha Antonieta sentiu-se – digamos – pressionada a colocar o ´x´ na primeira opção.

Passou, então, a uma sala onde foi recebida por três homens e uma “supervisora”. Após rápida conversa, a candidata recebeu ordens para ir ao banheiro e tirar a roupa. Assim fez e...foi aprovada!

Após o teste, Antonieta participou, como figurante, das gravações de dois seriados, - tudo num dia. À noite, ela foi transportada por uma van do estúdio até o hotel.

No veículo, foi assediada sexualmente por um dos organizadores. Ele pretendia uma espécie de “teste do sofá". Antonieta recusou e já na manhã seguinte sofreu as consequências: foi afastada da continuidade dos trabalhos.

De volta ao Sul, Antonieta tocou uma ação contra a organizadora da caminhada artística, buscando indenização pelo assédio sofrido. A contestação da empresa agenciadora sustentou que o teste sem roupas "era necessário para constatar se as candidatas eram tatuadas, ou não - até porque a emissora não aceitava tatuagens, nem marcas na pele".

No depoimento pessoal, Antonieta detalhou: “A gente entrava, ia para o banheiro, tirava toda a roupa e ia para a frente deles. Eram uma mulher e três homens. Um deles dava as ordens: ´Vira de costas, agora´. Tinha um homem madurão, de olhos arregalados, parecia um tarado".

A prova oral - feita por outras candidatas decepcionadas - comprovou a tese da inicial. A sentença dimensionou que “não havia razão para a nudez total, na medida em que a forma física das candidatas poderia ser averiguada, por exemplo, mediante a utilização de roupas de praia".

No tribunal, o relator considerou que "se o intuito era unicamente o exame da beleza corporal das autoras, não havia necessidade de grande contingente de pessoas do sexo masculino no local, até porque a emissora buscava só figurantes".

A agência de modelos - de quem não se tem mais notícias - pagou a conta da condenação: R$ 20 mil.

A rede de televisão já tinha comprovado nada ter a ver com os itens fora do roteiro formal e rompeu o "convênio" com a ré, que foi obstada de seguir recrutando outras "figurantes para minisséries"...

Plim plim!


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor

Charge de Gerson Kauer

O dramático depoimento da vítima de estupro

 

O dramático depoimento da vítima de estupro

Na audiência de ação penal em que é buscada a persecução de um homem acusado de estupro, a defesa do réu lança uma indagação desrespeitosa e inoportuna: “Gostaria que fosse perguntado à ofendida se ela sentiu prazer e alcançou o orgasmo no momento do fato”.

Charge de Gerson Kauer

Goles odoríficos, mas encorajadores

 

Goles odoríficos, mas encorajadores

Na manhã fria, o respeitoso cidadão adentra na sala de audiências, para depor como testemunha. O atilado juiz logo percebe o cheiro específico de recente ingestão de cachaça e, com voz firme, questiona: “O senhor ingeriu bebida alcoólica antes de vir aqui?”

Charge de Gerson Kauer

O juiz não internado

 

O juiz não internado

Na sala de audiências, dia canicular - terno e gravata dispensados - o magistrado confere as decisões que o estagiário e o assessor, também ali presentes, haviam minutado. De repente adentra um estagiário de terno slim, jovial, que vai logo destrinchando prolegômenos, vênias e juridiquês,  etc., como se fosse o advogado da causa...

Charge de Gerson Kauer

Corona no coroa

 

Corona no coroa

A odisseia de quatro pessoas em pequena cidade do interior. A quarentena de um médico alcançado pelo coronavírus. E uma troca de casais como solução, depois da descoberta de um quentíssimo adultério. O texto é do advogado Carlos Alberto Bencke.

Charge de Gerson Kauer

Saudosas postagens no Instagram

 

Saudosas postagens no Instagram

Depois de um casamento feliz por oito anos, Renato e Renata se desavieram. E se divorciaram consensualmente. Meses depois um litígio judicial, entre ambos, por causa das fotos dela, que ele postava em seu Instagram. 

Charge de Gerson Kauer

Uma correntista linda, simpática, atraente

 

Uma correntista linda, simpática, atraente

Convocada pelo banco para atualizar seus dados cadastrais, a cliente com 26 de idade comparece prestativa. Formulários preenchidos, tudo ok, despedidas, etc. À noite ela recebe um torpedo no celular: “Lembra que te atendi hoje? Eu te achei linda e simpática, e fiquei interessado em ficar contigo. E, quem sabe, pode até rolar um sexo bom... Há possibilidades? Beijo’’.