Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre (RS), terça-feira, 22 de setembro de 2020.
https://espacovital.com.br/images/mab_123_17.jpg

Na reunião virtual, o executivo da empresa famosa falava instalado em um motel...



Imagem meramente ilustrativa - Correio da Bahia - Edição EV

Imagem da Matéria

 Gritaram demais...

Dentre as histórias excêntricas de reuniões virtuais acontecidas durante a pandemia, uma é forte candidata a ganhar o troféu de “A Gozada do Ano”. Teve como protagonista um alto executivo de uma grande empresa brasileira.

O fato: ele participou de uma live matutina de diretoria, falando - de terno e gravata - protocolarmente sentado em cadeira colocada junto à mesa de... um quarto de motel, em São Paulo.

Até aí, nada de mais.

Após duas horas de debates e projeções com nove participantes, ao acabar a reunião - afobado pelo que viria a seguir - o herói esqueceu a câmera ligada (que seguiu focando a parede) e não cortou o volume do microfone. Este captou os ruídos e vocábulos típicos ao clímax vivido por ele e a parceira, instalados na cama ao lado.

O altruísta personagem acabou demitido na sexta (7). Empresa e executivo celebraram rescisão amigável. Com cláusula de confidencialidade.

 Agosto, 13...

Nesta semana, na quinta-feira, teremos 13 de agosto - por um triz não será sexta-feira 13. Sabendo-se em que dia da semana cai o 1º de janeiro, é obviamente possível prever quantas sextas-feiras 13 um determinado ano terá, e em que meses.

O mínimo é uma (sim, não existem anos sem sexta-feira 13!); o máximo, três.

Atenção supersticiosos: em 2021 haverá só uma sexta-feira 13 - justamente em agosto. Outra sexta-feira 13 em agosto, posteriormente, só em 2027.

Uma observação feita pelo Espaço Vital nos calendários da próxima década revela que 15% de todos os dias 13 caem em sextas-feiras, contra uma média de 14% para os demais dias da semana.

O segundo dia mais provável para receber o número 13 é a quarta-feira. O dia menos provável é o sábado. 

 O mal que se alastra...

Enquanto a pandemia se mantém e a quebradeira assusta, o deputado federal Doutor Jaziel - médico eleito em 2018 pelo PL do Ceará - dá mostras da amplitude de sua atuação legislativa: apresentou um projeto de lei propondo a criação do “Dia de Ler Tolkien”, para homenagear o escritor britânico J. R. R. Tolkien, autor do best-seller “Senhor do Anéis".  Escrita entre 1937 e 1949 e ambientalizada num tempo e espaço imaginários, a história narra o conflito contra o mal que se alastra pela Terra, por meio da luta de várias raças.

Há oitenta anos Tolkien certamente não teria sido capaz de imaginar que, em algum lugar do planeta, em 2020 surgiria alguém capaz de inventar tal besteirol legislativo.

 Inflação estranha

Contadores da praça chamam a atenção sobre a curiosidade: até julho de 2020, o IPCA, índice de preços calculado pelo IBGE, está, no acumulado dos últimos 12 meses, em apenas 2,31%. Entrementes, os índices IGP-M e IGP-DI, calculados pela FGV, estão, em 12 meses, em 10,37% e 9,27%, respectivamente.

Sabe-se que são metodologias diferentes. No entanto, tal nível de diferença não deixa de ser estranho.

 Ofensas imunes

Na 47ª Vara Cível do Rio de Janeiro entrou em execução de sentença uma ação que obriga o cidadão Jair Messias Bolsonaro ao pagamento de R$ 2.666,33 (valores da sucumbência) ao ex-deputado Jean Wyllys de Mattos Santos. Na origem uma ação de 2017, sobre uma quizila ocorrida em 2017 entre os então dois deputados. 

Na tribuna da Câmara - e em postagens posteriores - Wyllys chamou Bolsonaro de "boquirroto", "fascista" e "nepotista".

O TJ do Rio privilegiou a “garantia constitucional da imunidade que impede a responsabilização penal e/ou civil do parlamentar por suas opiniões, emitidas nas dependências do Congresso Nacional ou não”.

Há trânsito em julgado.  (Proc. nº 0251035-17.2017.8.19.0001).


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor

Imagem: Freepik - Edição EV

Impasse entre o TRT-RS e a Amatra-4

 

Impasse entre o TRT-RS e a Amatra-4

  • A Corte quer que juízes de primeiro grau aceitem conciliar, até 17 de  dezembro, 9.001 processos que estão nas pilhas virtuais de segundo grau.
  • Saiba onde estão os maiores residuais de processos “em estudo” e os que estão, literalmente, atrasados.

Imagem: Adobe Stock - Edição Gerson Kauer

O maior ´copia e cola´ da história do TJRS

 

O maior ´copia e cola´ da história do TJRS

  • Mandado de segurança interposto pela defesa do prefeito Marchezan aponta que 14 de 16 páginas da decisão que mandou prosseguir com o impeachment copiaram integralmente argumentos usados em petição da Câmara de Vereadores.
  • Enquanto advogado sustenta à distância, em sessão do STJ, ministro lixa as unhas. Cenas duram 45 segundos.
  • OAB rachada: oito Seccionais não assinaram moção de apoio ao presidente do CF-OAB Felipe Santa Cruz.
  • O “selo de ironia” criado por Lenio Streck para criticar a má fase do Grêmio: “Tout va très bien, madame La Marquise”.

Caricatura de Jornaloexpresso.wordpress.com - Edição: Espaço Vital

Revisão do mecanismo institucional do foro privilegiado aguarda pauta desde fevereiro de 2019

 

Revisão do mecanismo institucional do foro privilegiado aguarda pauta desde fevereiro de 2019

  • Senadores de 11 partidos reclamam contra a demora na gaveta de Rodrigo Maia.
  • Conhecem chá milagroso que “emagrece e não deixa pegar o coronavírus porque a imunidade aumenta”?...
  • O livro da esposa de Sérgio Moro sobre o marido está ficando pronto.
  • Estimativa de vida masculina no Brasil cai de 72 para 71 anos.
  • A criação da figura feminina da candidata laranja para burlar a lei eleitoral.
  • Avaliação advocatícia: depois que a Globo demitiu Tarcísio Meira e Glória Menezes, ninguém... (vejam o resto).

Imagens: Google - Arte: EV

Decano dos presidentes da Subseções da OAB/RS pede ação para o afastamento cautelar de Felipe Santa Cruz

 

Decano dos presidentes da Subseções da OAB/RS pede ação para o afastamento cautelar de Felipe Santa Cruz

  • Iniciativa é do advogado Jari Antonio Espig que espera o ´ok´ institucional da diretoria e Conselho da Ordem gaúcha.
  • O desencanto de uma advogada da “melhor idade” com as mudanças na profissão.
  • O capitalismo dos supermercadistas não baixará os preços dos alimentos.
  • O sacrilégio de Eduardo Cunha: um automóvel de luxo em nome da empresa Jesus Ponto Com.
  • A fala de Lula não foi o sucesso de audiência que era esperado.
  • Banheiros químicos obrigatórios para garis em serviço externo.
  • O capitalismo dos supermercados visa o máximo lucro.

Imagem: Visual Hunt

Deputado gaúcho propõe que Teori Zavascki vire herói nacional

 

Deputado gaúcho propõe que Teori Zavascki vire herói nacional

  • STJ decidirá se o SUS deve fornecer medicamento de R$ 12 milhões para bebê de Brasília.
  • Câmara compra 120 sofás e 84 camas para que os deputados sentem e durmam melhor.
  • Os seis meses de férias remuneradas de Wilson Witzel.
  • Criatividade brasileira: o surgimento da “mala guará”.
  • Pauta destrancada no STF...
  • Boas-vindas: quinzenalmente artigos do advogado Daniel Ustárroz no Espaço Vital

Edição EV sobre foto de Fernando Gomes (Google Imagens)

STF mantém 53 dias de suspensão ao promotor gaúcho Eugênio Paes Amorim

 

STF mantém 53 dias de suspensão ao promotor gaúcho Eugênio Paes Amorim

  • Negado mandado de segurança que pretendia reverter pena disciplinar aplicada pelo CNMP.
  • Por que o TSE escolheu o divulgador científico e biólogo Átila Iamarino para arauto de uma campanha contra as fake news?
  • Fagner cantará o Hino Nacional Brasileiro na posse de Luiz Fux.
  • Ofensa do chefe a um trabalhador, em empresa gaúcha: “Já que estás com depressão, queres uma corda para te enforcar?”