Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre (RS), sexta-feira, 23 de outubro de 2020.
https://espacovital.com.br/images/metaforense_4.jpg

O fim do velho normal



Imagem: Freepik - Edição EV

Imagem da Matéria

Dr. Platão Socrático orgulha-se de ser um advogado à moda antiga. O velho doutor é daqueles que gosta de ir ao fórum, pois lá conhece todo mundo. Bate papo com os servidores, magistrados, ascensoristas, seguranças - a quem relata seus feitos do passado e sobre como tudo era melhor nos tempos de outrora.

O idoso advogado sofreu muito com o isolamento social decorrente da pandemia, que não apenas o privou de sua amada rotina de circular pelos corredores do fórum, mas que lhe obrigou a enfrentar algo que lhe causava fobia: a tecnologia.

Dr. Platão ainda redige petições à mão e passa as minutas para sua secretária digitá-las no computador. Como poderia estar pronto para atender clientes online? Receber e despachar documentos pela via digital? Realizar audiências por plataformas digitais? Distribuir ações em portais de processos eletrônicos?

Tudo isso lhe causava arrepios.

Por isso, a notícia da reabertura do fórum foi música para os ouvidos do Dr. Platão Socrático. Para o primeiro dia de retomada das atividades, o velho caprichou no visual; embonecou-se todo; perfumou-se, e lá se foi, ávido por encontrar as velhas amizades.

Chegando, porém, o Dr. Platão é recebido por um exército de estagiários que lhe informam que os advogados não podem mais se dirigir às varas. Para evitar a circulação pelo fórum, o advogado deve enviar um e-mail com o número dos processos de que pretende ter vista. E que, assim, os respectivos autos desceriam para o saguão do prédio, para que fossem retirados pelo sistema “drive thru”.

- É o novo normal – resume um estagiário.

- Entendi, mas e quanto ao velho normal? – indaga o Dr. Platão.

- Bem, acredito que o velho normal deva seguir as mesmas regras que todos os demais. Especialmente, por pertencer ao grupo de risco - responde, constrangido, o garoto.

O Dr. Platão está de tal forma frustrado que nem consegue se irritar com a falta de polidez do jovem estagiário.

- Mas, então, pelo que você diz, vamos continuar intimando as testemunhas por esse tal de Whatsapp, fazendo audiências por videoconferência, digitalizando processos físicos? – indaga, incrédulo.

- Sim - responde o estagiário. E mesmo nos processos físicos, você poderá protocolar petições de até dez páginas por e-mail, não é ótimo? Em breve, o senhor nem precisará mais vir até aqui. É o novo normal !

O causídico está desolado, sem poder interagir com as pessoas, ao mesmo tempo em que não consegue se ver dominando a tecnologia, a ponto de seguir advogando com a competência usual. Ele então desabafa:

- Acho que está chegando a hora de me aposentar. Vou sentir falta dos amigos que fiz, por aqui.

- Mas o senhor pode manter contato com eles pelas redes sociais. A tecnologia está aí para isso! É o novo normal... - arremata o afiado estagiário, sorrindo.

- Sim, estou vendo. E, aparentemente, ninguém se importa com o velho normal...


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor

Imagens: Freepik - Montagem: Gerson Kauer

O advogado irmão de Steve Jobs

 

O advogado irmão de Steve Jobs

A imaginária presença - na cantina de um fórum brasileiro - de Thomas Jobs, o criador do plano UNIADEVAS, do cartão de pontos LAWYER´S CLUB e dos aplicativos 99 CAUSAS GET LAWYERS. E as tentativas inexitosas de mudar as políticas da OAB, tornando-se presidente nacional da entidade...

Imagem: Freepik - Edição EV

Diário de um home-office

 

Diário de um home-office

O retorno do Judiciário aos trabalhos, o surgimento de uma decisão que precisa ser atacada por recurso. A esposa sai para o trabalho presencial. O pai às voltas com todas as rotinas da casa e com as lives escolares dos dois filhos. A elaboração do recurso vai ficando para depois. Fim de tarde, a esposa chega reclamando: “A casa virou uma bagunça”...

Foto: Dom Total - Arte EV

O Advogado 4.0

 

O Advogado 4.0

Um escritório de advocacia que está entre os mais admirados abre as portas para que estudantes conheçam as rotinas do advogado titular. O primeiro visitante impressiona-se com a decoração do lugar e com a equipe. Tudo lá projeta uma imagem de sucesso.

Imagens: Freepik - Montagem: Gerson Kauer

A máscara do desembargador

 

A máscara do desembargador

Fica uma lição depois da “carteirada” na beira-mar de Santos (SP). O magistrado terá parado para pensar quem o rodeia, ultimamente? Como ele trata familiares e vizinhos? Seus amigos o têm procurado? Talvez o douto já estivesse em isolamento social muito antes da pandemia.