Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre (RS), sexta-feira, 23 de outubro de 2020.
https://espacovital.com.br/images/mab_123_17.jpg

Homem entra no gabinete do juiz e saca uma enorme faca!



Imagens: Freepik - Montagem: Gerson Kauer

Imagem da Matéria

A “eternidade” de 5 ou 10 segundos...

O homem entrou no gabinete do juiz sem pedir licença, e sacou uma enorme faca. O jovem magistrado - em sua primeira semana de jurisdição na comarca - pensou que fosse a última. Sentado como estava, ele teria poucas chances de se defender, os escapar.

Em pé e com a faca na mão, o homem fitava o juiz de maneira intrigante. Passaram-se alguns segundos - uma eternidade, na verdade. O homem, então, falou:

- Eu matei dois vizinhos e vim me entregar.

O juiz pediu que o homem colocasse a faca sobre a mesa, ao que ele obedeceu ordeiramente.

O magistrado guardou a arma numa gaveta e chaveou-a. Pediu que o homem sentasse. Chamou o escrivão e a polícia foi avisada. Entrementes, o homem ficou detido em uma sala do fórum.

Pouco depois, chegaram os policiais. Ninguém havia sido assassinado ou ferido. Os vizinhos, dados como vítimas, alheios aos acontecimentos, passavam bem.

O homem era um doente mental.

-----

(Sintetizado a partir de um caso real, relatado pelo magistrado Gilberto Ferreira, do TJ-PR, em “A Justiça Além dos Autos”, publicação do CNJ).

 O STF e os 2%

A decisão de Marco Aurélio Mello de soltar o traficante André do Rap ampliou as críticas ao STF nas redes sociais. Um

levantamento feito pela Ponto MAP Consultoria em Inteligência de Dados, a partir de amostras de um universo de 2,192 milhões de postagens no Twitter, indica que a liberdade do criminoso concentrou 14% das discussões nas redes em três dias.

Foram 308 mil postagens, feitas principalmente por público de direita, influenciadores e..., claro, políticos. Predominaram os ataques ao Supremo, num comportamento superficial padrão torcida de futebol, sem aprofundamento da discussão à luz da legislação penal e da Constituição. Viralizou a reprodução de matérias da imprensa.

Pela tabulação da .MAP, o apoio ao STF alcançou apenas 13% dos usuários, considerando todos os públicos nas redes. O doloroso para as Excelências Supremas certamente será constatar que, pela opinião pública - sem influenciadores - o apoio é ainda menor.

A Corte levou apenas 2% de confiabilidade.

Comunismo ´manuélico´

Cena porto-alegrense. No Pampa Debates, ao vivo, o apresentador Paulo Sérgio Pinto perguntou à candidata Manuela D´Ávila (PcdoB): “O seu comunismo é chinês, ou cubano?”        

Ela foi rápida na resposta: “Não é nenhum dos dois. O meu comunismo é o que a gente vai construir juntos no Brasil”.

E logo empinou o nariz.

 Dinheiro com aquele cheiro...

(Da série ´Ainda não vimos tudo´)

A Polícia Federal deflagrou na quarta-feira (14) uma operação para investigar desvios de recursos de combate ao coronavírus  e apreendeu dinheiro vivo dentro da cueca do senador Chico Rodrigues (DEM-RR). Foram quase R$ 30 mil. Parte das notas estava entre as nádegas.

Fotos e vídeos registraram o momento da apreensão.  A operação foi deflagrada com autorização do ministro Luís Roberto Barroso, do STF,  para investigar desvios milionários em recursos de combate à pandemia destinados por meio de emendas parlamentares à Secretaria de Saúde de Roraima.

O senador é... membro da Comissão Mista do Congresso Nacional que acompanha - e como!... - a execução de recursos relacionados ao combate ao coronavírus.

Em tempo: segundo a “rádio-corredor” da OAB de Roraima, o esconderijo corporal do senador recebeu exclusivamente cédulas do lobo-guará. É que as notas de R$ 200 ocupam menos espaço.

 Proteção aos animais

O lobo-guará - figura-símbolo das noveis cédulas de R$ 200 - não merecia isso.

Um promotor corajoso poderia até desencadear ação penal contra o senador safado também por crime ambiental.

 Sem palavras

Da “rádio-corredor” da OAB gaúcha, ontem (15), durante live anônima: “Nádegas a declarar”.

 Alcolumbre e os anais...

A “rádio-corredor” da OAB de Brasília, também analisou desdobramentos.

“O presidente Davi Alcolumbre está fazendo o possível e o impossível para que os gases quentes de Chico Rodrigues não alcancem os anais do Senado”.

Convivência com o poder

O “estratégico” Chico Rodrigues, 69 de idade atual - de profissão engenheiro agrônomo, mas vivente, e convivente político desde seu primeiro mandato como vereador (1989/1991) - é senador (mandato de oito anos) desde 1º de fevereiro de 2019. Já foi governador de Roraima.

E ele foi pulando - e voltando - pelos partidos da vida: PTB (1989-1995), PPB (1995-1997), PFL (1997), PTB (1997-1999), PFL (1999-2007), DEM (2007-2012), PSB (2012-2015), PSDB (2015-2017) e DEM (2017–presente). São 31 anos de carreira...

A política brasileira é assim.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor

Ana Paula Zardo / Divulgação

Vamos falar em decano - mas não do STF. E, sim, da advocacia gaúcha

 

Vamos falar em decano - mas não do STF. E, sim, da advocacia gaúcha

  • Formado em 1951 pela UFRGS, Adalberto Alexandre Snel, primeiro presidente da Subseção de Novo Hamburgo, segue trabalhando em home office.
  • Ordem gaúcha têm 18.246 inscritos na faixa etária a partir dos 60 de idade. Saudável pujança!
  • Quem se habilita à vaga de Napoleão Maia no STJ?
  • Cada vez mais gente interessada na política: 555.475 candidaturas nas eleições de 15 de novembro.
  • Políticos do PT vão, no dia 27, clamar  ao STF pela absolvição de Lula.

Chargistas Duke e Hélio de La Peña - www.DomTotal.com

Era uma vez um dinheiro limpo...

 

Era uma vez um dinheiro limpo...

  • Como as redes sociais e as ´rádios-corredores” repercutiram a performance do senador da cueca amarela.
  • A cédula do peixe pacu: valor nominal de R$ 1.000. Para que o volume a escamotear tenha o menor tamanho possível...
  • O que Felipe Santa Cruz tem feito pela advocacia do Rio Grande do Sul?
  • Marco Aurélio Mello acredita em Papai Noel!
  • A confusão entre Pix e Fux...
  • Contaminação por Covid-19 na cúpula da República é dez vezes maior do que o percentual total da  população brasileira.

Imagem: Adobe Stock

O grande negócio dos juros legais

 

O grande negócio dos juros legais

  • Veja como uma dívida judicial de R$ 5 milhões, em setembro de 2010, se transforma - dez anos depois - em R$ 22.146.565.
  • Os currículos turbinados dos políticos: o de maior brilho verborrágico é o de Wilson Witzel.
  • Como o Regimento Interno do STF complicará os primeiros meses do novo ministro Kássio Marques.
  • O ciclo do poder no Comitê Olímpico do Brasil: desde sua fundação em 1914 teve apenas nove presidentes.

Imagem: Câmera Press

Implante de “ouvido biônico” para cidadão gaúcho que está desempregado

 

Implante de “ouvido biônico” para cidadão gaúcho que está desempregado

  • Ele contraiu dengue, ficou surdo dos dois ouvidos, e - aos 38 de idade - vem perdendo gradativamente a fala. Antecipação de tutela obriga o IPERGS ao custeio
  • TRT-4 proíbe rede de lojas gaúchas de estornar comissão do vendedor.
  • STJ modifica decisão e autoriza a Ingresso Rápido a cobrar taxa de conveniência nas compras via internet.
  • Anteprojeto de lei proposto pelo CNJ quer limitar as associações de consumidores de acessar a Justiça.

Imagem: SindiJus RS - Edição EV

Advogado gaúcho pagará indenização de 720 mil a desembargador do TJRS

 

Advogado gaúcho pagará indenização de 720 mil a desembargador do TJRS

  • Caso que colocou - em polos opostos - Fernando Antonio Malheiros e Rui Portanova remonta a fatos ocorridos em 2005 e teve ação reparatória por dano moral iniciada em 2008.
  • Lançado o movimento “Quero Diretas na OAB”. Liderança é da OAB do Paraná e já conta com adesões em todo o Brasil, incluindo Porto Alegre.
  • O que um casal de advogados deve fazer para retardar seu processo de envelhecimento?
  • “Lave seu dito cujo”: lançamento de campanha para a prevenção ao câncer peniano.

Imagem: Freepik - Edição EV

STF afasta a competência da Justiça do Trabalho para ações sobre relações de trabalho sem subordinação

 

STF afasta a competência da Justiça do Trabalho para ações sobre relações de trabalho sem subordinação

  • Tema nº 550 da repercussão geral tem por base caso gaúcho: “Compete à Justiça Comum o julgamento de processos envolvendo relação jurídica entre representante e representada comerciais”.
  • Preço dos alimentos foi o que mais impactou o orçamento de março a junho.
  • Saudade: Dia do Idoso, ontem comemorado, já teve o indesejável marco de uma redução de 0,5% da população da terceira idade em 2020.
  • Trinta mil motoristas com carteiras A e B (carro e moto) impedidos de conseguir carteiras C, D e E (veículos pesados) por testarem positivo para drogas.
  • Resolução nº 20/2020: TRT-4 busca conciliação com a advocacia