Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre (RS), sexta-feira, 27 de novembro de 2020.
https://espacovital.com.br/images/smj.jpg

Senhores/as advogados/as e respectivos clientes: os números de seus celulares não serão mais sigilosos!



Imagem: Freepik - Arte EV

Imagem da Matéria

  •  “Me passa teu número”..

Uma surpresa que vai impactar a advocacia brasileira e sua clientela. Na próxima adoção, pelos tribunais, das medidas necessárias à implementação do programa “Juízo 100% Digital” um comando da Resolução nº 345 - assinada pelo presidente do CNJ, Luiz Fux - estabelece que “no ato do ajuizamento do feito, a parte e seu advogado deverão fornecer endereço eletrônico e linha telefônica móvel celular”.

Passo seguinte, será admitida a citação, a notificação e a intimação por qualquer meio eletrônico, nos termos dos arts. 193 e 246, V, do CPC.”

A norma considera que “o CNJ detém atribuição para regulamentar a prática de atos processuais por meio eletrônico, nos termos do art. 196 do CPC”.

Os advogados e seus clientes devem estar atentos - entre outros - aos seguintes dispositivos:

Art. 3º - A escolha pelo “Juízo 100% Digital” é facultativa e será exercida pela parte demandante no momento da distribuição da ação, podendo a parte demandada opor-se a essa opção até o momento da contestação.

§ 1º -  Após a contestação e até a prolação da sentença, as partes poderão retratar-se, por uma única vez, da escolha pelo “Juízo 100% Digital”.

§ 2º -  Em hipótese alguma, a retração poderá ensejar a mudança do juízo natural do feito, devendo o “Juízo 100% Digital” abranger todas as unidades jurisdicionais de uma mesma competência territorial e material.

  • Os juízes também fornecerão?

A “rádio-corredor” da OAB-RS cunhou ontem (22) uma solicitação pertinente, que foi encaminhada ao presidente da entidade: “Os magistrados de primeiro e segundo graus, bem como seus estagiários e assessores, também fornecerão seus endereços de e-mail e os números de seus celulares?”

A justificativa para a “proposta de equiparação” - para não falar em isonomia - é plausível: facilitaria o contato quando esses operadores jurídicos que estão do outro lado do balcão estiverem em home office, ou simplesmente não estiverem sendo localizados no foro ou na corte...

  • (In) Constitucionalidade

O Espaço Vital está aberto para receber comentários e artigos concordando ou discordando com a Resolução nº 345. Inclusive sob o prisma da (in) constitucionalidade, ou não dessa norma e dos dois dispositivos do CPC a que ela se refere.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor

Chargista Duke - www.DomTotal.com

Algumas coisas do que se viu, ouviu e leu sobre o assassinato no Carrefour

 

Algumas coisas do que se viu, ouviu e leu sobre o assassinato no Carrefour

  • Matriz francesa referiu que foi o “dia mais triste da história da empresa”....
  • O brasileiro Abilio Diniz, o terceiro maior acionista da rede, disse que ficou “triste e indignado”.
  • A empresa de segurança (?) Vector anuncia, em seu portal, seu “comprometimento, seriedade, profissionalismo, companheirismo, honestidade, idoneidade, perfeccionismo, confiabilidade e superação constante”. Onde?...
  • A queda, ontem (23) das ações da empresa no Brasil.

Imagem: Freepik - Arte EV

O neto adotado pelos avós

 

O neto adotado pelos avós

Mesmo que o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) proíba expressamente tal tipo de adoção, o STJ está admitindo sua ocorrência em hipóteses excepcionais que envolvam crianças e adolescentes. Uma das situações é o afastamento do infante do lastro criminal.

Crença na justiça, fé nos homens

 

Crença na justiça, fé nos homens

O caso era de tráfico de entorpecentes. Depois do interrogatório, um pedido surpreendente do advogado de defesa: “Peço seja permitido o acesso da esposa do acusado; é que ela traz consigo a filha do casal, nascida há dois meses, para que o pai a conheça”.

Imagem: Freepik - Arte EV

A invasão felina

 

A invasão felina

Havia certeza apenas sobre a cor do gato: era preto. O fato é que, de algum modo inconfessável, ele entrara na casa alheia que se encontrava fechada, e dela não tinha como sair. O Corpo de Bombeiros foi mobilizado. Com o timbre de urgência, o caso foi parar no gabinete do juiz da pequena comarca.

Chargista Mayrink - Folha de Minas

O Senado do Brasil a favor de quem?

 

O Senado do Brasil a favor de quem?

  • Como se justifica que o Rio Grande do Sul - com 11 milhões de habitantes e 8 milhões de eleitores - tenha a mesma representatividade do Amapá, a segunda menor população estadual do Brasil?
  • Foro de Capão da Canoa expede edital para citar juíza que estaria em local incerto e não sabido.
  • Francisco Rossal de Araújo pavimenta percursos para ser o próximo presidente do TRT-RS.
  • Flordelis continua deputada; Chico Rodrigues segue senador; Marco Aurélio prossegue ministro do STF. E o povo?...
  • Conar acolhe reclamação da 99 Pop e manda Uber retirar propaganda.
  • Novo Hamburgo tem também o vice decano da advocacia gaúcha.