Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre (RS), sexta-feira, 27 de novembro de 2020.
https://espacovital.com.br/images/smj.jpg

O Senado do Brasil a favor de quem?



Chargista Mayrink - Folha de Minas

Imagem da Matéria

O episódio do dinheiro nas nádegas do senador Chico Rodrigues levantou o debate sobre os suplentes. Afinal, o indigitado tem seu filho como suplente, devendo assumir a vaga. É vergonhoso!

Indo mais fundo, parece ser o momento de discutir para quem serve o Senado Federal? Talvez assim se possa entender porque o Amapá (751 mil habitantes) tem o mesmo número de senadores de São Paulo (44 milhões de habitantes). Davi Alcolumbre, por exemplo, teve 131.695 votos, enquanto o Major Olímpio foi eleito com o sufrágio de 9.039.523 paulistas.

Comparando sob o prisma gaúcho: em 2018 eram 11,3 milhões de  habitantes e foram 8,3 milhões de eleitores inscritos. No RS, os 13 candidatos pretendentes às duas vagas de senador somaram 10.324.651 votos. E considerando os seis mais votados (os eleitos Luís Carlos Heinze e Paulo Paim; e os não eleitos Beto Albuquerque, Carmem Flores, José Fogaça e Abigail Pereira), eles  juntos somaram 9.850.545 votos. 

Mas, na conjunção, a representatividade política do RS no Senado é a mesma do Amapá, que é o segundo Estado de menor população e também o segundo menor em número de eleitores. Está certo isso?

  • Juíza procura juíza

    (Da série “Ainda Não Vimos Tudo”).

A juíza da 3ª Vara Cível de Capão da Canoa (RS) está citando - por edital! - uma colega de magistratura, por causa de um anunciado  débito de tributos no valor de R$ 1.281,01 para com o Município local. A apontada devedora - segundo a publicação oficial - está “atualmente em lugar incerto e não sabido”.     

A bem informada “rádio-corredor” forense propagou colaboração. E, assim, logo informou que a apontada executada é facilmente encontrável no 16º andar do prédio do Foro Central. de Porto Alegre.

Trabalha em local certo e bem sabido! (Proc. nº 141/1.17.0016511-6).

  • Pavimentando percursos

Com onze meses de antecedência às eleições de outubro de 2021, a “rádio-corredor” da Justiça do Trabalho anunciou ontem (29) que o desembargador Francisco Rossal de Araújo será candidato à presidência do TRT da 4ª Região (RS).

É uma certeza! A dúvida é se haverá, ou não, oposição.

Na mesma toada, a “rádio-corredor” da OAB-RS projetou adiante o futuro jurídico-político de Rossal: ele quer chegar a ministro do Tribunal Superior do Trabalho.

  • Das redes sociais
  • No dia 15 de novembro, pessoas do grupo de risco vão votar das 7 às 10h da manhã. Em tal horário, o coronavírus estará dormindo - garante o médico Dráuzio Varella”...
  • “A Flordelis mandou matar o marido e continua deputada. O Chico Rodrigues enfiou dinheiro no traseiro e continua senador. O ministro Marco Aurélio soltou o traficante e continua juiz do STF. E nós, povo - de quem emana todo o poder - continuamos o quê?”. A manifestação - totalmente pertinente - é do jornalista Alexandre Garcia.
  • Oligossintomático

A Academia Brasileira de Letras lançou esta semana, em seu portal, o projeto “Novas palavras”. Propõe-se a, cada semana, aportar uma palavra ou expressão que esteja na moda. Quem inaugurou a série foi o neologismo espanhol “aporofobia” criado pela filósofa espanhola Adela Cortina e que já consta da versão on-line do Diccionario de La Lengua Española, da Real Academia Española. O termo significa repúdio, aversão ou desprezo pelos pobres ou desfavorecidos.

Na próxima semana, a palavra da moda será “oligossintomático”. Vem a ser uma pessoa que apresenta poucos sintomas de uma determinada doença, como a Covid-19.

99 x Uber

O Conselho Nacional de Auto-regulamentação Publicitária deferiu pedido da 99 Pop - controlada pelo  grupo chinês Transportes Didi Chuxing - contra a estadunidense Uber, para que esta altere um anúncio. Este afirma que “só a Uber tem um app que conta com protocolos de segurança, do início ao fim da sua viagem". Realizada uma audiência de conciliação, não houve consenso.

O Conar então arbitrou, recomendando que a peça seja retirada do ar. A decisão afirma que “a forma como a comunicação da Uber está divulgada pode levar os consumidores à errada percepção de que somente ela adotou medidas de segurança, o que não é verdadeiro, conforme analisado após análise comparativa das peças das duas empresas”.

  • O vice decano
Álbum de Família

A propósito dos mais antigos entre os membros da classe advocatícia no RS, uma feliz constatação. Além do decano Adalberto Alexandre Snel, 94 de idade, inscrição nº 1.665 - que reside e atua em Novo Hamburgo - outro destaque para a cidade do Vale do Sinos. É que também ali vive o vice decano da Ordem gaúcha: é Hippólyto Brum, 91 de idade, inscrição nº 1.864.

A ida dele para Novo Hamburgo foi uma casualidade, há 70 anos. Trabalhando no Banco do Brasil em Caxias do Sul e sendo estudante na UFRGS em Porto Alegre, surgiu a oportunidade de permutar o local. Assim ele estaria mais próximo para ir à faculdade após o expediente bancário.

“Decorrência disso, amizades surgiram, e houve oportunidade profissional após a graduação, o que me levou a fixar residência definitiva. Mesmo exercendo atividades profissionais no interior e na capital, mantive-me fiel à cidade que adotei e onde constituí minha família” - conta o vice decano.

Vida longa também a ele!


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor

Chargista Duke - www.DomTotal.com

Algumas coisas do que se viu, ouviu e leu sobre o assassinato no Carrefour

 

Algumas coisas do que se viu, ouviu e leu sobre o assassinato no Carrefour

  • Matriz francesa referiu que foi o “dia mais triste da história da empresa”....
  • O brasileiro Abilio Diniz, o terceiro maior acionista da rede, disse que ficou “triste e indignado”.
  • A empresa de segurança (?) Vector anuncia, em seu portal, seu “comprometimento, seriedade, profissionalismo, companheirismo, honestidade, idoneidade, perfeccionismo, confiabilidade e superação constante”. Onde?...
  • A queda, ontem (23) das ações da empresa no Brasil.

Imagem: Freepik - Arte EV

O neto adotado pelos avós

 

O neto adotado pelos avós

Mesmo que o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) proíba expressamente tal tipo de adoção, o STJ está admitindo sua ocorrência em hipóteses excepcionais que envolvam crianças e adolescentes. Uma das situações é o afastamento do infante do lastro criminal.

Crença na justiça, fé nos homens

 

Crença na justiça, fé nos homens

O caso era de tráfico de entorpecentes. Depois do interrogatório, um pedido surpreendente do advogado de defesa: “Peço seja permitido o acesso da esposa do acusado; é que ela traz consigo a filha do casal, nascida há dois meses, para que o pai a conheça”.

Imagem: Freepik - Arte EV

A invasão felina

 

A invasão felina

Havia certeza apenas sobre a cor do gato: era preto. O fato é que, de algum modo inconfessável, ele entrara na casa alheia que se encontrava fechada, e dela não tinha como sair. O Corpo de Bombeiros foi mobilizado. Com o timbre de urgência, o caso foi parar no gabinete do juiz da pequena comarca.