Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre, terã-feira, 20 de abril de 2021.
(Próxima edição: sexta-feira, 23).
https://espacovital.com.br/images/metaforense_4.jpg

Juízo 100% digital: o fim da privacidade



Imagem: Freepik - Arte EV

Imagem da Matéria

Em um escritório de advocacia, começa a primeira conversa entre o advogado e seu novo cliente:                   

- Em primeiro lugar, muito obrigado pela confiança - diz o advogado. Por favor, me explique em detalhes o que aconteceu.         

          - É o seguinte, doutor...         

          De repente, o celular do causídico vibra e ele interrompe a conversa, desculpando-se:         

          - Recebi mensagem de áudio. Desculpe-me, mas preciso ouvir.         

          O ambiente é, então, inundado por uma campanha publicitária: “Empréstimo facilitado para advogados! Ligue agora mesmo!...”          

          O doutor fecha, rapidamente, a mensagem, e apressa-se em explicar:         

          - Peço desculpas por esta embaraçosa interrupção. É que com a criação do Juízo 100% Digital, fomos obrigados a colocar nas petições os números de telefone celular, tanto do advogado, quanto do cliente, sendo admitida a citação, a notificação e a intimação por este meio, conforme a Resolução nº 345, do CNJ.         

          O advogado complementa:         

          - Como as petições são públicas, perdemos completamente a privacidade, pois o número do nosso celular pode ser visto por qualquer pessoa. Ou seja, é um prato cheio para as empresas de publicidade e telemarketing. Assim, sempre que recebo mensagens de números desconhecidos, tenho que ouvi-las, pois pode ser alguma intimação ou ato processual urgente.         

          O celular do causídico vibra, de novo. Ao clicar para ouvir a mensagem, outra propaganda: “Não deixe o estresse da vida forense prejudicar sua performance! Não perca mais prazo! Clínica Alfa-Lawyer!         

          Como já havia justificado a questão das publicidades inconvenientes, o advogado limitou-se a encerrar a reprodução da mensagem e pede para que seu cliente exponha os detalhes de seu caso.         

          A conversa fluiu melhor, em que pese tenha sido interrompida algumas vezes com mensagens do tipo “Adquira uma sala na Ponta do Pontal; seu escritório com a melhor vista!” E até mesmo uma mensagem intrigante: “Se você está cansado de receber nossas mensagens publicitárias, a solução é muito simples: contrate-nos logo!”         

          Após ouvir toda a exposição dos fatos pelo seu cliente, o advogado começa a explicar-lhe a estratégia processual. Mas é necessária uma ponderação:         

          - Podemos utilizar o Juízo 100% Digital, que será mais célere, mas, daí, terei que colocar o número do seu telefone celular na petição e o senhor está vendo como é...         

          - Mas nem pensar! - atalha o cliente.         

          Ele ia seguir falando, quando outra mensagem interrompe a conversa: “Aumente seu pênis em tempo recorde com um método simples e indolor!”         

          - Santo Deus! Mil desculpas por isso! Eu não tinha ideia de que poderia ser uma mensagem tão constrangedora! – exclama o advogado que, apesar disso, prossegue. Enfim, o que o senhor dizia?         

          Pensativo, depois da última mensagem, o cliente reconsidera:         

          - Pensando bem, vamos de Juízo 100% Digital. Afinal, uma publicidadezinha nunca matou ninguém...


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor

Chargista Claudio Aleixo

Ensaio sob(re) suspeição

 

Ensaio sob(re) suspeição

“Os juízes são excelentes em julgar demandas em que não são pessoalmente envolvidos. Mas a lógica deles fica distorcida quando o assunto envolve seus interesses pessoais. Auxílio-moradia e auxílio-creche, por exemplo”...

Arte EV

Lawyer management

 

Lawyer management

É chegada a hora de o idoso advogado implementar, no escritório, as melhores práticas de gestão empresarial. É contratada a consultoria mais comentada do momento. E então surgem, no diálogo com o jovem consultor, palavras como startar, mindset, backlog, scrum, etc. E tudo acaba num repetido palavrão.

Imagem: Freepik - Arte EV

Compliance tupiniquim

 

Compliance tupiniquim

“Para quem não paga impostos, sempre surge um REFIS. Aqueles que descumprem ordens judiciais, o fazem por saberem que o STJ reduzirá as multas. E quando tudo dá errado, sempre rola uma modulação de efeitos para não prejudicar quem se aventurou demais”.