Ir para o conteúdo principal

Edição Extra, interrompendo, em 11.1.2020, as férias da Equipe Espaço Vital
https://espacovital.com.br/images/jus_azul_7.jpg

Deve ter havido alguma treta! Ah, isso teve...!



Imagem: Freepik - Arte EV

Imagem da Matéria

  • Fase 1 da coluna

Vendo a classificação do campeonato maldito – o Brasileirão – observo que o Grêmio, com um jogo a menos, tem 27 pontos. Se ele ganhar o jogo atrasado, ficará com 5 pontos atrás dos líderes.

Bingo! Esse campeonato achinelado pelo Grêmio, jogando à meia-boca, desprezando (Kanemann e Geromel não conhecem o Nordeste) o certame é tão fácil de vencer que, mesmo nessa circunstância, o Grêmio depende(rá) de uma vitória direta sobre os líderes no segundo turno e mais uma vitória.

Simples assim. Uma coisa o Grêmio tem razão: o Brasileirão é fraco. Tanto é que, mesmo dando pontapés no certame, o Grêmio está perto dos líderes. Uau.

Ricardo Wortmann publicou pesquisa dos últimos anos e mostra que o Grêmio, mesmo achinelando o campeonato, foi o time que mais pontuou. Bah. Autoexplicativo.

No jogo contra o Bragantino, Geromel e Kanemann foram, de novo, poupados. Poupação é a palavra de ordem. Até dirigentes do Grêmio dizem que o Grêmio em 2020 não almeja muito. Dizem que 2021 será para conquistar títulos. Escrevi sobre isso na coluna passada. Mas parece que a torcida do Grêmio sofre de cegueira. Pelos menos parte dela. A ala “ilgowinkista”. A dos chapabranquistas.

Tenho imensa dificuldade e imensa curiosidade em saber o percentual de gremistas chapabranquistas e não chapabranquistas. Isso vale um milhão de dólares.

  • Fase 2 da coluna:

A parte aí de cima escrevi antes de Grêmio x Bragantino. Partida ruim. Bah. Maicon saiu meio p... ! Bem, o time melhorou. Mas que deve ter havido alguma treta, ah, isso teve...!

Registro: Diego Souza bateu o recorde - de centroavante - de tocar menos vezes na bola. Por pouco não ficou zerado.

Uma vitória obrigatória. Bragantino tem bons jogadores. Mas são “aquela gente do chinelinho”. Dá para ver de longe. Grêmio já foi assim. Muita gente no chinelinho...

Eu estava preocupado que Renato estivesse poupando Churin. Sarcasmo meu. Enfim, coincidentemente, ele entrou e o Grêmio fez dois gols.

Pé quente na estreia. Mas mais uma vez se vê que seria fácil ganhar o Brasileirão. Era só querer. Os que estão cheios de vontade batem cabeça... Bastaria o Grêmio ter essa “Wille zu gewinnen” (vontade de vencer). Por que usei o termo em alemão? Por causa de Nietszche: “Wille zur macht” (vontade de poder).

Aos 32 minutos do segundo tempo, Hurtado fez gol. 2x1 para o Grêmio. Putz.

Aos 38 minutos, Pepê saiu. Brabo também... O que está havendo?

Pronto. Ufa. Ganhamos do “poderoso” Red Bull. Eita campeonatozinho achinelado... (selo de sarcasmo Lenio Streck).


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor