Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre,sexta-feira, 5 de março de 2021.
(Próxima edição: terça-feira, 9).
https://espacovital.com.br/images/jus_azul_especial_cigarra_2.jpg

Aberta a temporada de caça à Cigarra Azul, que só pensa em folgas



Imagem da Matéria

  • Ainda repercute o Jus Azul de sexta passada, quando analisei o VAR e a ausência de epistemologia nos cursos de arbitragem. Vou insistir: não é proibido que árbitros, instrutores de apitadores e coordenadores do VAR leiam livros e estudem. Isso para que nãofiquem pegando as regras e as interpretando ao pé da letra, como se letra tivesse pé.

No Brasil, até na arbitragem transformamos tudo em um voluntarismo. Mesmo o VAR, tornamos subjetivo. O VAR virou uma vigarice. Os árbitros distorcem, não dão bola e ficam reféns. Por aqui a coisa é difícil: prostituta se apaixona, traficante se droga e bolicheiro bebe toda a sua mercadoria. Bah! Os caras inventam um aparelho para evitar falcatrua. Não adianta. Aqui no Brasil apatifam. E explicam com a platitude: “É questão de interpretação”. Deu para ver no Gre-Nal.

Aliás, li as regras sobre o pênalti. Sim, sobre mão na bola e bola na mão. Quem teria inventado e desenvolvido aquilo? Vem aí o Globo Repórter: “Os inventores de regras. Como vivem? Como se alimentam? Como se reproduzem?”

Outro Globo Repórter: “Os comentaristas de arbitragem. Como vivem? Como se alimentam? Como se reproduzem?”

  • Sigo. O jogo do Palmeiras com o Tigres mostrou como a vontade é importante para vencer uma partida. O Palmeiras meio que”“acigarreou”. Imitou o Grêmio. Tigres foi formiga. Formiga trabalha; cigarra festeja, está sempre pensando em folga.
  • ·Agora teremos o tira-teima na final com o Palmeiras. O Grêmio com as calças na mão, com uma pistola com bala de prata. Espero que não dependamos do título da Copa do Brasil. Relaxamos durante 30 rodadas e agora estamos nessa inhaca.
  • Ontem o Grêmio venceu o Botafogo, já rebaixado. Goleada de 5 x 2. O Botafogo é um time que tropeça, literalmente, nos próprios pés. Pobre Botafogo. Coisas como essas merecem um estudo. Contrataram estrangeiros, trocaram de técnico e foram ladeira abaixo. Há algo que deve ser estudado no futebol brasileiro.
  • Registro: nunca consigo entender as razões de poupar jogadores. Paulo Vitor, de todo modo, fez uns dois milagres. Bah, milagre contra o Botafogo é dose. E David Braz foi apenas “David Braz, o lento” -  este é o problema. Entrementes, espero que o Vanderlei esteja treinando defender pênaltis. Porque ele pouco sabe sobre isso.
  • Acompanhem meu twitter: @streckgremio (promoção Selo Formiga Azul de Qualidade). Um twitter que não é chapa-branca, não gosta de chapa-brancas, não contém platitudes, nem truísmos e tampouco quejandos. Um twitter que respeita a inteligência do twitteiro.

 


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor