Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre, sexta-feira, 16 de abril de 2021.
(Próxima edição: terça-feira, 20).

Quinze desembargadores se habilitam a vaga de ministro do TST



A presidência do TST recebeu a inscrição de 15 desembargadores de Tribunais Regionais do Trabalho candidatos à vaga de ministro do Tribunal destinada à carreira da magistratura em decorrência da aposentadoria do ministro Márcio Eurico Amaro. Destes, sete são mulheres e oito são homens.

Na forma do artigo 111-A, inciso II, da Constituição da República, o Pleno do TST se reunirá - em data a ser definida - para escolher, por escrutínio secreto, a lista tríplice que será encaminhada ao Presidente da República. A este cabe a indicação dos integrantes dos Tribunais Superiores.

O(a) indicado(a) será sabatinado(a) pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal e, após a aprovação pela Comissão, o nome será submetido ao plenário do Senado Federal antes da nomeação.

Eis a lista dos desembargadores concorrentes:

Ø TRT da  1ª Região (RJ): Dalva Amélia de Oliveira;

Ø TRT da  2ª Região (SP): Francisco Ferreira Jorge Neto, Jane Granzoto Torres da Silva e Sérgio Pinto Martins;

Ø TRT da  5ª Região (BA): Rubem Dias do Nascimento Junior;

Ø TRT da  7ª Região (CE): Paulo Regis Machado Botelho;

Ø TRT da  9ª Região (PR): Célio Horst Waldraff, Marlene Teresinha Fuverki Suguimatsu e Morgana de Almeida Richa;

Ø TRT da 12ª Região (SC): Maria de Lourdes Leiria;

Ø TRT da 13ª Região (PB): Wolney de Macedo Cordeiro;

Ø TRT da 15ª Região (Campinas/SP): Ana Paula Pellegrina Lockmann;

Ø TRT da 21ª Região (RN): Bento Herculano Duarte Neto;

Ø TRT da 22ª Região (PI): Liana Chaib;

Ø TRT da 24ª Região (MS): Amaury Rodrigues Pinto Junior.

RS está fora

Como se verifica, não há candidatos oriundos do TRT-4 (RS). Tido como possível concorrente, o desembargador Francisco Rossal de Araújo não se inscreveu. Um integrante da corte trabalhista gaúcha avaliou para o Espaço Vital que, “antes, Rossal será candidato favorito às eleições, em outubro deste ano, para a presidência do tribunal regional”.

A ficcional “rádio-corredor-virtual” da advocacia trabalhista acrescentou: “Rossal pensa firme e programadamente no TST, mas como objetivo posterior”.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Notícias Relacionadas

Imagem Piauí Notícias

Justiça “legal” na própria família...

 

Justiça “legal” na própria família...

Magistrado Noé Pacheco de Carvalho (foto) manda soltar o próprio filho, preso por dirigir embriagado. O acusado fora flagrado após provocar acidente e fugir sem prestar socorro. A liberdade foi concedida sem a prestação de fiança, “uma vez que ele não dispõe de renda própria”.

Blog Evandro Oliveira

Bandidos de toga, versão 2021!

 

Bandidos de toga, versão 2021!

Quatro desembargadores do TRT da 1ª Região (RJ) que estão presos, e um juiz do mesmo tribunal que está denunciado, são acusados de participar de um esquema que beneficiava empresas de transporte e organizações sociais com dívidas trabalhistas. Três advogados estão envolvidos.