Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre, sexta-feira, 18 de junho de 2021.
(Próxima edição: terça-feira, 22).
https://espacovital.com.br/images/201811081626490.jpg

A instrumentalização política da instituição Sport Club Internacional é inaceitável



Reprodução Redes Sociais

Imagem da Matéria

O Internacional deixou de ganhar mais um Gre-Nal e o Campeonato Gaúcho. As entrevistas do presidente e do treinador foram estarrecedoras e nada promissoras.

O presidente, aquele que jamais ganhou um clássico, soltou a língua chamando os seus críticos de “bravateiros”. Perigosamente com o seu gabinete do ódio da internet apontou o dedo para os jogadores. A sua inexperiência é compreensível pois é sócio há apenas 10 anos e sequer participou das grandes conquistas.

A seu turno, o treinador afirmou que “perdemos como queríamos”, enaltecendo o esquema de jogo e a escalação do time.

Ao menos desta vez não preponderou a covardia revelada após a derrota anterior, quando o alto escalão fugiu dos microfones deixando a um funcionário do clube a tarefa de falar à imprensa.

Na semana que antecedeu o clássico um conselheiro líder de um movimento - que já deu apoio à atual direção - denunciou que na gestão há falta de transparência.

A ousadia e a criatividade do presidente revelaram-se no marketing. Anunciando a comemoração dos 15 anos da conquista do Mundial, foi remetida a alguns, uma caixa contendo uma camiseta branca, a braçadeira do Fernandão e alguns adesivos. Este evento de natureza plural serviria para aglutinar os torcedores.

A caixa enviada ostenta uma estrela vermelha, cuja forma foi muito utilizada pelo PT (Partido dos Trabalhadores) em bandeiras e pins.

Verificando o histórico do presidente, afasto a eventual alegação de coincidência. Ele - filiado ao PT, candidato a deputado pelo PT, secretário no governo estadual do PT e assessor da bancada parlamentar do PT - deveria ter evitado a mensagem subliminar.

Cada um é livre para vincular-se ao partido político que quiser, mas a instrumentalização política da instituição Sport Club Internacional é inaceitável, mesmo que sub-reptícia.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor

PNG Egg/Arte EV

O Inter, terra de ninguém

 

O Inter, terra de ninguém

“O currículo dos protagonistas - presidente, vice de futebol, executivo de futebol e treinador - aponta para o fracasso e para a irresponsabilidade. Quem pagará a conta?”

Foto: fernando Alves/AGIF

Pacificação colorada

 

Pacificação colorada

Em reunião na última sexta-feira, o presidente Barcellos pediu a conciliação dos diversos movimentos políticos, “porque só a unidade levaria a uma fase vencedora no futebol”.

Arte EV sobre imagem Visual Hunt

A loiraça belzebu

 

A loiraça belzebu

Tudo indicava que o sonho do clube seria realidade: a contratação de um atleta jovem, capaz de jogadas espetaculares. Mas... uma dama da noite entra em cena e faz vistosa marcação cerrada. Agora, o prometido goleador passa a necessitar de R$ 1 milhão.