Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta, 12 de agosto de 2022.
(Próxima edição: terça dia 16.)

O reaquecimento do mercado de correspondentes da advocacia



Imagem da Matéria

Camera Press

samuel

Por Gustavo Cruz, diretor comercial da Judice - Audiências, Cópias e Sistema.

gustavo@judice.com.br   

................................................................................................................

A Judice realizou uma pesquisa, de forma simples, através de um formulário Google. Estatisticamente, o engajamento dos advogados convidados a se manifestarem foi razoável: 15% responderam, um número ótimo diante da média de retorno deste tipo de pesquisa. O universo consultado foi a base de contatos somados em mais de 17 anos de mercado: clientes, ex-clientes, parceiros, ex-parceiros e contatos comerciais diversos.

Basicamente, advogados, de pequenos ou grandes escritórios - donos ou colaboradores.

O resultado da pesquisa mostrou uma mudança lenta que vem acontecendo há muitos anos: hoje mais de 72% dos advogados consultados usam serviços terceirizados para a realização das suas audiências; 55% utilizam os parceiros da Judice; e 17,4% contratam outros advogados diretamente.

Isso mostra um aumento em comparação a pesquisas realizadas anteriormente. Talvez por conta da crise provocada pela Covid, pois este tipo de serviço sempre sofreu com a desconfiança do público jurídico em relação à qualidade e à confiabilidade da representação a ser realizada.

Muito se especulou sobre o futuro da correspondência jurídica como um serviço após o início da virtualização de processos por todo o país. Mesmo com o advento das audiências virtuais, a Judice - assim como o mercado todo - viu a retomada das audiências presenciais e o retorno gradativo das demandas de audiências presenciais em todo o Brasil. Talvez isso ocorra apenas por opção de juízes, ou da maioria deles, mas alguns advogados consideram a argumentação presencial insubstituível. O fato é que as audiências presenciais não desapareceram nem serão extintas pelas tecnologias não presenciais muito usadas durante os piores momentos da pandemia.

Sobretudo o serviço terceirizado em si ainda tem sua enorme utilidade para os quase 1,3 milhão de advogados brasileiros ativos, segundo mostrou a matéria publicada pelo Espaço Vital na última terça-feira (21) e para seus escritórios, grandes e pequenos, e também às empresas e seus departamentos jurídicos. Tal porque, contabilmente, transforma um custo fixo alto - que é o custo de pessoal - em um custo variável e passível de negociação entre as partes, dependendo da demanda mensal contratada.

Leia na base de dados do Espaço Vital: Quase 1,3 milhão de advogados brasileiros


Notícias Relacionadas

 

Quem dá mais? Dou-lhe uma, dou-lhe duas, dou-lhe...

Google Imagens

Quem dá mais? Dou-lhe uma, dou-lhe duas, dou-lhe...

Manifestação do juiz do Trabalho Guilherme da Rocha Zambrano, sobre a arrematação de veículos em leilões judiciais. “Entendo que os precedentes citados na publicação foram superados por legislação superveniente (art. 890, III, do CPC), que só proibiu a participação de juízes nos leilões dos processos em que o próprio juiz atua”.

 

Eu via, nos juízes, a esperança de algo melhor...

Arte EV sobre foto Visual Hunt

Eu via, nos juízes, a esperança de algo melhor...

... “Mas isso era passado, anos 70. Hoje vejo magistrado comerciando carros; e desembargador chamando advogado de 'toupeira'.  Em 2022 há juízes deletando os advogados - que não podem protestar, nem registrar a inconformidade em ata. E tem magistrada processando entidade advocatícia"... - Artigo da Advogada Bernadete Kurtz.

 

A alteração no cálculo de aposentadoria por invalidez

Visual Hunt

A alteração no cálculo de aposentadoria por invalidez

Os juízes federais Vitor Hugo Anderle e Patrick Lucca Da Ros analisam se são constitucionais, ou não, as mudanças promovidas pela EC nº 103/2019, principalmente no coeficiente de cálculo da renda mensal inicial da aposentadoria por invalidez/incapacidade permanente não acidentária.

 

Os prazos no processo administrativo tributário

Google Imagens

Os prazos no processo administrativo tributário

“A necessária contagem em dias úteis e a suspensão durante o recesso de final de ano (...) O repouso semanal remunerado e as férias regulamentares estão diretamente associados à saúde e ao bem-estar do trabalhador”. Artigo do advogado Rafael Korff Wagner.